Impondo prioridades para o cartão de crédito

Impondo prioridades para o cartão de crédito

Nós sempre falamos sobre formas de organizar as finanças, sendo que o primeiro passo é obviamente organizar um orçamento. Hoje a técnica seguirá a mesma linha, mas o objetivo é tentar reduzir as despesas que você gera com o cartão de crédito. Todas nós sabemos que os juros de dívidas no cartão de crédito são os mais altos, mas infelizmente isso não é o suficiente para impedir seu uso indiscriminado.

Algumas mais desprevenidas podem inclusive cair naquela velha armadilha de pagar o valor mínimo da fatura, sem levar em conta o crédito rotativo. Adquirir o cartão de crédito é fácil e a tentação de comprar assim que colocamos as mãos nele é forte, mas nessa hora a gente peca por não levar em conta que os juros podem chegar a 200% ao ano.

Uma boa maneira de tentar colocar freios nos impulsos consumistas é mapeando suas últimas faturas. É uma maneira de identificar quais os gastos estão pesando mais em seu bolso e separar as prioridades do que deve ser cortado.

Mas eu gasto muito, será que seria melhor cancelar todos os meus cartões?

Abrir mão dos cartões é a medida mais drástica que você pode tomar para acabar com o acúmulo de dívidas. Mas se você tiver determinação se você tiver determinação para frear o consumismo, dá para ter boas vantagens com o uso do cartão de crédito, como os programas de fidelidade que garantem trocas por passagens aéreas ou outros prêmios.

Inicialmente, para que você tenha um controle melhor das despesas, vale reduzir a quantidade de cartões. Passe a prestar mais atenção no detalhamento da sua fatura e classifique as despesas entre essenciais e supérfluas.

Se o objetivo aqui é ficar longe das dívidas e sua situação já está bem próxima disso, deixe o cartão guardado quando estiver passeando pelo shopping. Esqueça-o em casa de propósito. A partir do momento que você conseguir fazer este mapeamento mês a mês, será mais fácil estabelecer uma média de gastos mensais com a fatura, assim você se organiza com antecedência quando precisar fazer um gasto extra com o cartão.

dicas para não exceder no cartão de crédito

E como ficam as compras que deixei de fazer com o cartão de crédito?

Bom, antes de mais nada, se você conseguiu cortar as despesas da sua fatura é sinal de que esses gastos não são urgentes, correto? Você não precisa ser radical a ponto de censurar-se sempre que achar uma roupa ou sapato interessante, mas se essas compras não forem feitas à vista – que tem a vantagem dos descontos melhores – que tal encaixa-las no cartão de crédito somente naqueles meses em que seu orçamento estiver mais leve?

O cartão de crédito não precisa ser o vilão da sua receita, desde que você use-o com planejamento. A única coisa que definitivamente precisa ficar fora da sua carteira é o impulso!

 

 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close