Investir em uma reinauguração é uma boa saída?

Investir em uma reinauguração é uma boa saída?

Trabalhar no segmento de vendas envolve demanda não só muita criatividade, mas também sangue frio para lidar com situações de altos e baixos. Em regiões comerciais, shoppings e galerias a competitividade costuma mesmo ser grande e não raro quem está a frente do negócio fica bolando estratégias para alavancar as vendas e atrair novos consumidores.

É justamente neste terreno que é preciso ter cautela quanto a cada passo a ser tomado, para evitar tropeços na hora de tentar melhorar as vendas.

A exemplo do que muitas vezes acontece com o segmento de entretenimento, muita gente acaba apostando nas reformas e reinaugurações para atrair mais clientes. A novidade costuma ser um bom chamarisco, mas existem alguns riscos nesse tipo de estratégia que devem ser calculados antes da tomada de decisão.

Definindo objetivos

Antes de definir suas metas, você precisa ter um raio-x de sua empresa. Como anda sua receita? Você tem conseguido manter uma margem de lucro na média entre os meses de maior movimento e aqueles em que o movimento fica mais fraco? O número de funcionários que você tem hoje é suficiente? Você está mantendo funcionários ociosos no empreendimento? Há quanto tempo sua empresa está aberta e como tem sido os resultados desde a abertura?

É preciso que você tenha muita clareza da realidade do seu empreendimento para saber exatamente ou que pode ou não fazer para melhorar suas vendas.

Se as coisas estiverem indo bem, faça uma pesquisa para saber se você realmente precisa fazer uma mudança drástica, como uma reforma que pode mudar completamente a cara do seu empreendimento. Mexer em time que está ganhando pode ser um tiro no pé.

Agora, se você precisa de mais espaço para atender melhor o público e o se o caixa está mais positivo do que nunca, uma ampliação poderá te trazer bons frutos. O mesmo vale para quando você identifica problemas em seu negócio e tem fôlego financeiro para bancar uma reestruturação.

Investir em uma reinauguração é uma boa saída?

Mas em quais situações é melhor repensar um investimento pesado?

Veja bem, o importante é que você tenha certeza dos riscos que corre e por quais motivos vale a pena aceitá-los, somente assim você terá a certeza de que um grande investimento para mudar a cara do seu negócio é a melhor saída.

Se a ideia lhe parece boa somente porque você está vendo a concorrência fazer o mesmo (e este é o seu principal impulso), a decisão pode ser o seu primeiro passo em direção a um abismo.

Se o seu comércio estiver em funcionamento há pouco tempo, espere um pouco mais e estude outras maneiras de melhorar suas vendas. Em primeiro lugar, você precisa ter paciência para criar um relacionamento com os clientes, para dar identidade ao seu negócio, e tudo isso demanda tempo. Atropelar esse processo com uma enorme reforma ou restruturação da imagem da empresa seria meter os pés pelas mãos.

O tempo também será útil para que você tenha a exata noção de como vai equilibrar suas contas entre os períodos de altos e baixos. Quem trabalha com o comércio sabe que existem meses mais aquecidos e aqueles em que as vendas não são tão boas. Por isso mesmo é preciso manter uma margem do lucro dos bons meses em caixa para segurar as contas dos meses em que o faturamento estiver ruim.

Sendo assim, não é prudente que você tenha o pensamento que todo lucro da empresa seja voltado para novos investimentos. É preciso ter alguma segurança de caixa para os períodos de sufoco.

Sem uma grande reforma, como melhorar o desempenho do meu comércio?

Seu grande objetivo agora é descobrir o que está enfraquecendo seu faturamento. O preço dos concorrentes é mais competitivo? Seu produto tem diferencial em relação aos demais? Se sim, você está mostrando isso a seu cliente da maneira correta? Você oferece um atendimento de qualidade? Sua empresa está localizada em um ponto estratégico? Você tem certeza que está trabalhando com os fornecedores que oferecem melhor custo-benefício?

Fique atenta aos fatores que estão contribuindo para que você fique no prejuízo. De repente uma mudança nos seus resultados financeiros depende de modificações muito pontuais.

 

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close