Meu filho não foi convidado

Meu filho não foi convidado

*Luciana Cattony

Era uma quarta feira à tardinha, um dia aparentemente comum, até chegar na Escola do meu filho para buscá-lo. Ao entrar em sua sala, notei uma situação um pouco diferente da usual, já que a maioria dos coleguinhas havia ido embora. E nem era muito tarde! Foi então que meu filho me disse bem feliz: “Mãe, hoje é aniversário da Aninha. A gente vai na festa, né? Os amigos já estão lá!”.

Olhei para a professora, que fez uma cara meio estranha e me informou que os pais da amiguinha não haviam convidado todos os colegas. Meu mundo caiu por um segundo: como explicar a uma criança de 4 anos que ela não havia sido convidada? Como gerenciar essa frustração? Oh céus! Me ajude Senhor a conduzir essa situação de uma forma tranquila e equilibrada.

Foi então que me abaixei, olhei em seus olhos e disse serenamente que, para fazer parte da festa, teríamos que ter recebido um convite; o que não aconteceu. “Mas muitos amigos já estão lá, mamãe!”. Expliquei que a casa das pessoas geralmente não cabe todo mundo, e por essa razão, nem todos haviam sido convidados. “Filho, a casa da Aninha não possui cadeiras pra todo mundo se sentar e sentar sobre a mesa, a gente sabe que não dá, né? Brinquei. Ele esboçou um sorriso. Expliquei ainda que, às vezes convidamos somente alguns coleguinhas para brincar em nossa casa, mas que mesmo assim estava tudo bem! Embora desapontado, ele ouviu com atenção. Coloquei sua mochila em meus ombros, para aliviar o peso, e saímos. No carro, ele ainda questionou se não iríamos mesmo à festa, repeti a explicação e não houve mais perguntas. Mudei de assunto e seguimos nosso caminho.

bolocupcake_shutterstock

Continue a ler a matéria na próxima página!

E naquele caminho, mesmo afirmando para o meu filho que “estava tudo bem”, fui percebendo que para mim não estava. Não mesmo! Me senti mal por sua decepção. Péssima, aliás! Sei que as frustrações fazem parte da vida desde o momento em que nascemos e que ensinar as crianças a superarem as decepções, as tornam indivíduos mais maduros; e foi este o meu foco a partir de então. Tentei me colocar no lugar da outra mãe; sabe como é, né? A situação econômica, a crise, os valores para a realização de uma festa de aniversário… “Não tá fácil pra ninguém!”. Tudo isso eu consigo entender. Mas mesmo sabendo, confesso que dói!

Sei que meu filho ainda passará por várias decepções. Hoje foi a festa. Amanhã talvez ele não será aceito no time de queimada do condomínio, na turma da praia, na classificatória de inglês, num emprego ou até mesmo num relacionamento em que apostou TODAS as suas fichas. Vai saber! E como pais, devemos entender que as situações de frustração apesar de ruins, são um importante exercício para o amadurecimento e fortalecimento dos indivíduos, sejam estes crianças ou adultos. A gente SEMPRE aprende!

Independente da decepção que está por vir, torço para que eu, e todas as mães, possam estar ao lado de seus filhos, oferecendo seus ombros, caso as mochilas estejam pesadas demais. Ouvi uma frase da Bel Pesce (pessoa pela qual tenho enorme admiração) que me chamou a atenção: ela disse que “o grande diferencial de um negócio se resume, independente da qualidade, em como ele faz você se sentir”. E pensando bem, isso vale pra tudo: para os negócios, para as mães, crianças e até convites de aniversários. Que possamos fortalecer os laços de amor, exercitar a empatia e fazer o bem sempre!

>> O nome “Aninha”, utilizado neste texto, é um nome fictício.

*Luciana Cattony é publicitária e fundadora do site Real Maternidade.  Luciana tem como objetivo facilitar a vida das mães e levar leveza e alegria a essa rotina.

Fotos: Shutterstock

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Luciana Cattony

Luciana Cattony

Real Maternidade

close