Meu parceiro escondeu uma dívida enorme

Meu parceiro escondeu uma dívida enorme

Imagine que durante todo o ano, você e seu companheiro ou companheira conversaram sobre uma grande viagem de final de ano. Discutiram destinos, compararam preços, fizeram as contas e planejaram. Conforme os meses foram passando, entretanto, você percebeu que a pessoa passou a se esquivar toda vez que o assunto surgia.

Eis que um belo dia, a triste notícia se anuncia: só você estava realmente guardando dinheiro para aqueles planos, já que a outra pessoa estava lidando com dívidas das quais você nunca tinha ouvido falar. E estava dada a traição.

Viver uma vida a dois é abraçar o desafio de dividir experiências – e finanças. Muitas pessoas acham aceitável esconder a situação financeira, mas quando não geridas com cuidado, as contas podem trazer consequências catastróficas para a convivência do casal. Descobrir uma grande dívida, por exemplo, faz com que a transparência do relacionamento como um todo seja colocada à prova.

Viver acima do padrão de vida é um problema enfrentado por 58,9 milhões de brasileiros inadimplentes, segundo o SPC Brasil. Quando a situação sai do controle, a pessoa pode tentar esconder esse problema só para ela, mas essa, com certeza, não é a solução para sair do negativo – e nem para manter o relacionamento nas alturas.

Com questões financeiras entre as principais razões de brigas e divórcios entre casais, falar abertamente sobre dinheiro é um ponto chave para o equilíbrio da relação, mas não é uma tarefa fácil.

parceiro_escondeu_divida_interna

No texto “I Found Out My Boyfriend Was in Massive Debt” (Eu descobri que meu namorado estava com um dívida enorme), a autora Meaghan Clark conta como lidou com a descoberta de que o namorado estava há anos afundado em dívidas. E como – depois de surtar com a situação e achar que não conhecia mais o parceiro – eles sobreviveram ao segredo.

Para ela, a pior parte do processo foi lidar com o medo de que a situação voltasse a acontecer. Por isso, o casal desenvolveu uma técnica: mensalmente, eles mantém um calendário de revisão das dívidas, com um controle rígido de gastos. Esse hábito fez com eles se tornassem mais responsáveis no controle financeiro e construíssem uma nova área no relacionamento: a parceria financeira.

Leitura complementar

Planilha de Orçamento Familiar

Planilha de Orçamento Familiar

Ver mais

A relação de confiança no gerenciamento das contas é tão importante quanto qualquer outra área do relacionamento. Não há uma regra para como fazer isso, mas existem diversas técnicas que podem ajudar. Cada casal deve estudar as opções e encontrar o modelo que mais se encaixe no seu perfil e estilo de vida.

Discutir a situação financeira, estabelecer metas para realizar sonhos em comum, criar reservas conjuntas para tempos difíceis, dividir a responsabilidade pelas contas, entender o passado do outro com dinheiro e sua relação com as dívidas são alguns passos que tornam esse processo mais aberto. Conversem e descubram o que funciona para vocês: o importante mesmo é que haja transparência e respeito.

 

Foto: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter!

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close