Na banca de jornal: O futuro dos bancos

Na banca de jornal: O futuro dos bancos

Se você passou por uma banca de revistas nos últimos dias, pode ter visto a edição da revista Exame sobre como os bancos vão mudar a sua vida. Você não reparou? Então a gente conta aqui!

A revista entrevistou os presidentes dos maiores bancos do Brasil para entender como o novo cenário de juros mais baixos vai afetar a vida deles – e, por consequência, a nossa também. Segundo a revista, vamos viver a maior transformação na economia brasileira desde que o Plano Real acabou com a inflação, em 1994.

Na entrevista do Finanças Femininas com Maílson da Nóbrega, o ex-ministro explicou como a queda dos juros iria afetar o cenário de investimentos no País. Pois bem, a vida dos bancos também está sendo afetada. Com juros menores, o lucro dos bancos passou a diminuir – e eles passaram a buscar maior eficiência para poderem ser mais rentáveis.

Para isso, todos terão que oferecer produtos mais adequados para seus clientes – isso quer dizer que você não vai mais receber ofertas de crédito quando estiver estourada no cheque especial, por exemplo. Os bancos estão no meio de uma corrida tecnológica para poderem ser mais eficientes. Agora, quem for mais rápido para abrir contas e conceder crédito na agência, por exemplo, ganha vantagem.

Neste novo cenário, os bancos também vão começar a oferecer novos produtos – e a cobrar mais taxas dos clientes. A matéria dá destaque para crédito imobiliário, seguro de vida e ofertas de  investimentos. Você pode observar este movimento e procurar aproveitar ofertas que façam sentido para você. Se você estiver comprando um apartamento, por exemplo, pode ser uma boa hora para procurar um financiamento.

Mas e um atendimento no telefone que de fato funcione, sempre com o mesmo atendente? Um banco que não fique te empurrando produtos que você não quer? Isso já existe. A Exame também trouxe uma matéria sobre o que tem de inovação bacana no setor lá fora. Tem um banco que foi criado para todo mundo que odeia banco. Em Singapura, tem outro que manda SMS para avisar que a aquela conta vai vencer e até remunera a poupança com taxas maiores para estimular as pessoas a começar a poupar. A gente só ficou sonhando com o dia que isso chegar aqui no Brasil…

Gostaram? Nós vamos trazer matérias importantes que saíram na imprensa para vocês. Tem algum assunto que vocês gostariam que a gente explorasse? Contem nos comentários!

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

carolinaruhman

carolinaruhman

Fundadora e CEO do site, coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015). É também palestrante sobre finanças para mulheres e empreendedorismo feminino e palestrou no TEDxSP

close