Na ponta do lápis: fecho um pacote ou planejo a viagem sozinha?

Na ponta do lápis: fecho um pacote ou planejo a viagem sozinha?

Todo mundo que já conferiu o calendário percebeu uma maravilha: 2017 está recheado de feriados prolongados. Para quem está planejando uma viagem, uma dúvida que vem à cabeça é: fecho um pacote ou planejo sozinha?

Essa decisão vai depender de diversos fatores – a começar pelo seu orçamento e perfil de viajante. Confira, então, tudo que você precisa colocar na ponta do lápis para tomar a melhor decisão e garantir o sucesso da sua viagem.

Vantagens de planejar uma viagem sozinha

Gastar menos é sempre um ponto que pesa para quem escolhe planejar a viagem por conta própria. “Organizar uma viagem sozinha pode render uma boa economia, pois você pode optar por hospedagens mais baratas e escolher os passeios que quer fazer de acordo com o seu gosto e orçamento”, explica Amanda Santiago, fundadora do site Quanto Custa Viajar (CQV). Locomover-se por meio de transporte público, ao invés de usar ônibus ou vans de excursão, também pode ajudá-la a cortar custos.

Além disso, viajando de forma independente, há um ganho considerável em liberdade para montar o passeio como você deseja, com autonomia de horários e opções de itinerários (já que pacotes normalmente oferecem um roteiro mais engessado). “Organizar a própria viagem é a melhor opção quando a pessoa realmente tem um orçamento menor ou um objetivo mais específico, além de conhecer o básico turístico de um destino”, opina Amanda.

É preciso lembrar, entretanto, que não só de economia se faz uma viagem. Essa opção com certeza dá mais trabalho às viajantes. Para não ter surpresas desagradáveis – inclusive financeiras – é preciso pesquisar a fundo os destinos, as opções de deslocamento, ficar de olho nos preços de hospedagem e atrações, nas reservas e no seguro viagem, se necessário. Na hora de fazer essa pesquisa, vale não só buscar relatos de outros viajantes na internet, mas também bater um papo com pessoas que já foram ao destino que você pretende conhecer.

viagem_oacote_interna

Vantagens de escolher um pacote

Apesar de a organização individual normalmente trazer uma vantagem financeira, pode acontecer, sim, de o pacote oferecer valores mais atrativos. Por isso, é interessante sempre pesquisar as opções. “Alguns pacotes oferecem bons descontos inclusive em alta temporada, pois as operadoras de turismo conseguem barganhar um desconto melhor em aéreo e hotel, enquanto uma viajante solo precisaria ficar de olho em promoções”, explica Amanda.

Em termos de experiência, a praticidade é a grande vantagem para quem opta pelo pacote. Além de não ser necessária tanta pesquisa de preço, fica mais fácil também montar o seu roteiro, já que você pode contar com o auxílio da agência. “Esse tipo de viagem é mais indicada, por exemplo, para quem não tem muito tempo ou experiência para programar uma viagem sozinha, pessoas de mais idade, pois muitos pacotes oferecem transporte em ônibus/vans bem equipados, e para quem não fala inglês e/ou a língua local, pois alguns pacotes oferecem guia”, afirma Amanda.

Para quem escolhe um pacote, vale a pena ficar de olho no preço das opções de lazer oferecidas pela agência ou no hotel. Normalmente são feitas parcerias entre os estabelecimentos e a oferta pode nem sempre ser a mais vantajosa – em termos de preço e experiência de viagem. Além disso, é importante fazer uma estimativa de quanto gastará com itens que não constam no pacote.

Leitura complementar

Planilha dos Sonhos

Planilha dos Sonhos

Ver mais

Na ponta do lápis

Para chegar a conclusão de qual opção está mais vantajosa financeiramente, portanto, não há outra maneira: é preciso fazer as contas, colocar no papel tudo que é oferecido pelo pacote e fazer simulações de quanto – e se – poderia economizar viajando sozinha. Lembre-se de sempre considerar o tipo de experiência que está buscando.

Abaixo trazemos algumas simulações de quanto sairia uma viagem para duas pessoas para Salvador e Buenos Aires, organizadas de forma independente e por meio de pacote. Os preços foram calculados para viagens de 4 noites e 5 dias para duas pessoas, no início de agosto de 2017. Confira.

Destino: Salvador – Bahia (saindo de São Paulo)

Simulação QCV para viagem independente:
Passagem aérea (ida e volta com taxas): R$ 511 por pessoa = R$ 1022.
Diária (hotel 3 estrelas com boa reputação): R$160 = R$ 640.
Total para duas pessoas: R$ 1662.

+ Custo diário (alimentação, transporte e atrações) por pessoa: aproximadamente R$ 95 = R$ 475 por pessoa.

Pacote CVC
R$ 1.008 por pessoa (inclui passagem aérea, hospedagem em hotel 3 estrelas com café da manhã ou meia-pensão e transporte entre hotel e aeroporto).
Total para duas pessoas: R$ 3024.

Destino Buenos Aires – Argentina (saindo de São Paulo)

Simulação QCV para viagem independente:
Passagem aérea (ida e volta com taxas): R$ 967 = R$ 1934.
Diária (hotel 3 estrelas com boa reputação): R$ 150 = R$ 600.
Total para duas pessoas: R$ 2534.

+ Custo diário (alimentação, transporte e atrações) por pessoa: aproximadamente R$ 125 = R$ 625 por pessoa.

Pacote CVC
R$ 1648 (inclui passagem aérea, hospedagem em hotel 3 estrelas com café da manhã, transporte entre hotel e aeroporto e um passeio panorâmico pela cidade).
Total para duas pessoas: R$ 3296.

 

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Mande sua dúvida ou conte a sua história para a gente através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima"

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close