Nossa alimentação no verão

17.01.2014

-

Por Governess Consultoria Familiar

Nossa alimentação no verão

*Antoniele Fagundes

Na época do verão, no Brasil, acontecem os festejos de final de ano e as férias, principalmente as escolares. E nesta época de festas é comum observar excessos na alimentação e no gasto com alimentos caros, típicos de Natal e ano Novo. Tais como espumantes e castanhas!

Então, como já estamos na segunda quinzena de janeiro, é momento de pensarmos em economizar e voltarmos nossa alimentação para uma dieta balanceada e saudável!

Um bom cardápio de verão deve ser rico em líquidos e alimentos antioxidantes, pois, os líquidos hidratam e os alimentos antioxidantes ajudam a proteger a pele dos danos solares.

Portanto, quando for fazer a feira não deixe de comprar os seguintes alimentos:

– Peixes;

– Agrião, espinafre, repolho e brócolis;

– Frutas: Tomate, morango, laranja, tangerina, abacaxi, acerola, goiaba, caju, cenoura, abóbora, manga e mamão.

Dica: Abacaxi, uva, laranja, coco verde e pêssego são frutas da estação de verão, desta forma você pode encontra-las com o melhor preço.

No verão as pessoas transpiram mais e, é comum a exposição maior ao sol em piscinas e praias. Por isso, inclua em sua dieta, muita água, suco, chás gelados e água de coco. Esses líquidos, além de baratos, são aliados da boa hidratação e saúde!

Não se esqueçam de dar atenção especial às crianças e aos idosos. É preciso evitar que eles esqueçam de tomar água ou que hidratem-se menos do que deveriam.

Nossa  alimentação no verão

E o que fazer com as sobras dos alimentos?

As sobras dos alimentos são a grande razão do desperdício e vilões da economia doméstica.

Pense sempre em como utilizar melhor os alimentos que estão na sua dispensa e geladeira.

Segue abaixo algumas dicas valiosas:

Folhas: principalmente as de coloração verde escuro, são ótimas para serem batidas junto com os sucos de sua preferencia, ex: laranja com agrião, abacaxi com couve, etc….

Arroz: as sobras de arroz e de peixe podem se transformar em deliciosos bolinhos assados. Acrescente leite, cheiro verde, ovos e farinha integral e deixe dourar no forno médio! Delícia!

Feijão: o feijão pode virar um caldinho, um tutu mineiro e até mesmo feijão tropeiro.

Verduras e legumes: Os restos de verduras e legumes podem ser processados e congelados para servirem de base de sopa posteriormente.

Carnes: as sobras de frango e carne podem ser transformadas em caldos, recheio para omeletes, tortas e panquecas.

Macarrão: sobrou massa do jantar? Transforme- a em uma salada fria de macarrão!

Pães: os pães podem virar farinha de rosca, pudim de pão, torradas e croutons.

Frutas: as frutas podem ser consumidas inteiras ou em saladas. As sobras podem se transformar em vitaminas, sucos, ingrediente para bolo e picolés.

Café: o resto do café que você coou pela manha, pode virar um shake de café gelado se você batê-lo com um pouco de leite frio.

Use a criatividade e faça sua alimentação transformar-se em alegria, saúde e economia!

Bom ano para todos!

*Antoniele Fagundes estudou filosofia, psicologia e psicanálise. Atua como Consultora Familiar orientando famílias em todas as questões domésticas e familiares. Fale com ela através do e-mail antoniele@governess.com.br.

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Governess Consultoria Familiar

Governess Consultoria Familiar

Organize-se

close