O noticiário de economia e o sobe e desce do mercado

O noticiário de economia e o sobe e desce do mercado

Resolveu separar um dinheiro para investir no mercado de ações? Excelente! Sua determinação para aplicar em renda variável pode te trazer ótimos resultados se você se preparar bem para encarar o desafio. Além de toda aquela etapa que você com certeza já fez, sobre ler bastante a respeito deste tipo de investimento e saber o máximo possível sobre a empresa que pretende se tornar acionista, existe mais um exercício que precisa tornar-se um hábito na sua rotina: acompanhar o noticiário sempre!

Afinal de contas, esse é o jeito mais prático de saber como anda a saúde financeira da empresa em que você está investindo. A antipatia pelo noticiário econômico faz muita gente pular a leitura do caderno quando o jornal chega em casa. Da mesma forma, as pessoas usam a internet por lazer ou para consultar serviços, mas nem sempre dão a devida atenção aos portais que trazem as novidades financeiras.

Pense bem, quantas vezes por dia você checa as notícias econômicas para saber se houve alguma novidade envolvendo a empresa que você investiu ou que podem se relacionar a ela de alguma forma? Esses tipos de notícias serão cruciais para aquecer ou esfriar o mercado, por isso, fique sempre atenta!

notícias econômicas afetam ações

Resultados trimestrais

A cada três meses as empresas de capital aberto têm a obrigação de divulgar um relatório de resultados. Esse documento é como se fosse um raio-x das finanças da corporação. Nele, você fica sabendo exatamente qual foi a margem de lucro dela, o rendimento, quanto produziu em um período em comparação a outro, enfim, como tem sido o desempenho dela.

Esse tipo de informação influencia diretamente nos resultados da empresa no Bolsa de Valores. Se houver um desempenho positivo, o mercado se anima e o valor da cotação sobe. No caso contrário, acontece o efeito inverso e a cotação dos papeis da empresa cai.

Exemplo bem recente de como a realidade reflete no mercado de ações são as quedas progressivas das ações da OGX Petróleo, que faz parte dos empreendimentos de Eike Batista. A petrolífera tem estampado o noticiário com frequência e, com toda certeza, muitas investidoras e investidores que acreditaram no empreendimento já perderam várias noites de sono. Para se ter uma ideia do tamanho do problema, em 2010, quando havia uma enorme expectativa quanto ao crescimento da petrolífera, a ação da OGX chegou a ser negociada a R$ 23. Na segunda semana de outubro deste ano, por outro lado, o papel chegou a cair para R$ 0,20, uma assustadora desvalorização de 99%!

Imagine só, fazendo uma conta rápida e desconsiderando qualquer tipo de encargo administrativo das corretoras, se você tivesse investido R$ 5 mil em ações OGX em 2010, hoje, seu dinheiro teria literalmente derretido para apenas R$ 43! DE CHORAR! Ao contrário do que aconteceu, no momento em que a ação estava em alta, muita gente acreditou que, a longo prazo, os papeis da OGX poderiam triplicar de valor.

E olha que o pesadelo das investidoras ainda não acabou! O empresário estuda a possibilidade de pedir falência em breve. O exemplo que acabamos de dar mostra exatamente como o momento vivido pela empresa influencia diretamente nos retornos dos seus lucros, por isso, a necessidade de ficar atenta a tudo que acontece.

notícias influenciam o desempenho das ações

Cenário econômico

É comum o pensamento de muitas mulheres de que as notícias sobre a inflação e os juros só vão ser úteis na hora de colocar as compras do supermercado na ponta do lápis, principalmente para comprar os produtos da cesta básica. Claro que nessa hora a utilidade é muito grande, mas não é somente nisso que você deve prestar atenção.

Em momentos em que a inflação oscila muito, o crescimento do país fica prejudicado. De forma geral, se os preços sobem, o consumo diminui. Com menos dinheiro circulando, o comércio e a indústria esfriam e afastam os investimentos externos. Ou seja, tudo se completa em uma enorme cadeia que afeta toda a economia do país.

Aí vem a parte que, como investidora do mercado de ações, você precisa se preocupar: as grandes oscilações na economia forçam o governo a anunciar medidas de intervenção. Essas decisões trazem um reflexo imediato no mercado. No ano passado, por exemplo, o governo decidiu mudar as regras de concessão do setor energético e anunciou redução nas tarifas elétricas. Se por um lado as donas de casa ficaram satisfeitas com a possibilidade de a conta de luz cair, por outro as investidoras tiveram que ser rápidas para tomar providências, pois a medida fez com que os papeis das empresas do setor se desvalorizassem rapidamente.

Grandes negócios

Seguindo a mesma lógica da observação de resultados, as notícias que tratam sobre grandes fusões e aquisições afetam de imediato a Bolsa de Valores. Quando um banco compra outro, por exemplo, o mercado logo se agita. O comportamento é difícil de prever: as ações do banco comprador podem se valorizar, com a expectativa de crescimento, mas os mercado também pode reagir com receio e os papeis caírem. Não tem jeito! Se você está no mercado de ações, precisa ter sangue frio para suportar esses altos e baixos. De certa forma, mesmo muito bem orientada, não dá para ter total certeza de como as coisas vão se encaminhar.

Termômetro

São muitas as variáveis que podem influenciar no seu investimento não é mesmo? Então se você começou essa leitura imaginando que acompanhar o noticiário não seria tão importante assim, aposto que deve ter mudado de ideia! Além das notícias, não se esqueça de acompanhar sempre as cotações das ações pelo site da Bolsa de Valores. 

Avaliando o pregão e o desempenho dos papeis ao longo do dia, aos poucos, você vai observando como as notícias estão interferindo no seu investimento. É assim que se aprende!

E você, segue o noticiário econômico com frequência? Conte para a gente! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close