O que o planejador financeiro precisa saber sobre você?

O que o planejador financeiro precisa saber sobre você?

Se você fez a escolha de ter um planejador financeiro para cuidar da sua vida, será mesmo que está disposta a abrir detalhes sobre sua vida que muitas vezes não falaria nem mesmo para a melhor amiga? Se você sequer pensa a respeito disso, é melhor ter certeza de que tem total confiança no profissional que contratou e preparar-se para falar de assuntos constrangedores!

Recentemente, o site Business Insider fez um levantamento de alguns assuntos estranhos que precisam ser falados com o profissional, mas que muitas vezes o cliente tem vergonha de mencionar e o planejador, da mesma forma, sente-se acanhado em perguntar.

O constrangimento tem motivo. Assim como um advogado precisa saber de todos os detalhes relacionados ao cliente em uma determinada causa, o planejador terá que conhecer a realidade de sua cliente por completo, para evitar que uma catástrofe financeira aconteça e você fique sem um plano B.

Antes de qualquer coisa, é bom ressaltar que é indispensável ter um contrato de confidencialidade com seu planejador, assim você fica resguardada diante de uma conduta de má fé. Vamos listar alguns dos assuntos espinhosos que devem ser conversados!

Você tem um amante

Por mais que o assunto seja delicado, é preciso que o planejador tenha ciência disso para traçar uma estratégia de reserva financeira, caso sua relação extraconjugal seja descoberta. Ainda que a primeira reação seja negar a possibilidade de falar sobre isso com o profissional, vale lembrar que relações extraconjugais podem interferir (e muito!) na sua situação financeira.

Se você não tiver um amante, mas estiver enfrentando uma crise forte no casamento – a ponto do casal não dividir mais a cama – vale também deixar seu planejador informado. Mesmo que você tenha a intenção de contornar a crise e que descarte a possibilidade de separação, é preciso colocar os pés no chão e considerar a hipótese do seu marido ou companheira pedirem o divórcio. Sendo assim, o profissional terá mais condições de pensar em uma solução caso aconteça a separação de bens.

o que devo contar a meu planejador financeiro?

Doenças graves

Em casos de doenças sérias muita gente tem dificuldade em dividir o assunto até mesmo com a própria família. Sim, o abalo emocional é imenso, mas é justamente por isso que o planejador financeiro assume aqui um papel crucial. Neste momento, o foco deve ser todo na saúde, os aspectos financeiros em caso da sua falta devem ser pensados pelo profissional.

Se a sua vida estiver fora de risco, mas a doença trouxer sérios prejuízos neurológicos, também é necessário abrir o jogo com o planejador. Em ambos os casos, alguém deverá ser preparado para assumir suas economias.

Vícios

Imagine que seu filho esteja passando por um problema com drogas. Você sofre, conversa com o pai dele, tenta resolver a situação em casa, mas não adianta. Além da dor de enfrentar este problema em família, ninguém quer que as pessoas de fora da casa comentem por aí a situação, por isso a maioria das famílias tenta enfrentar esse dilema com o máximo de discrição possível.

Quem vive isso de perto não tem dimensão do rombo financeiro que pode ter, dependendo da gravidade do vício. Pertences que somem sem explicação, dinheiro que desaparece da bolsa e até mesmo chantagem da parte do dependente para conseguir algum dinheiro. São exemplos muito tristes, mas que fazem parte da rotina de famílias que lutam contra a dependência de algum parente. É preciso que seu planejador financeiro saiba disso para que possa fazer um papel de “fiscal” dos seus bens. Conferir valores nas contas bancárias, documentos, tudo que seja referente aos seus bens ou da sua família. É importante ter alguém imparcial neste papel para ajudar a manter o controle.

Esses são apenas alguns exemplos, mas são várias as situações de constrangimento que é necessário compartilhar com o especialista, esperamos que não seja preciso lidar com nenhuma delas, mas o que vale é o conselho!

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close