O que te influencia na hora de gastar?

O que te influencia na hora de gastar?

Você já passou pela situação de precisar afastar-se daquele amigo que só te procura para reclamar da vida, fazer críticas a tudo que vê e fofocar sobre a vida alheia? A gente as vezes demora a perceber, mas a vida acaba nos mostrando quando é o momento de ficar longe das pessoas que só trazem negatividade.

E você pode até não perceber, mas muitas vezes é capaz de tomar decisões financeiras erradas por influência dessas pessoas ou mesmo por entrar no mesmo espírito que elas. Quer um exemplo? Você tem uma festa de formatura para ir e pensa em usar um vestido novinho que comprou no ano passado e só usou uma vez. Daí experimenta, vê que o vestido continua servindo direitinho, mas resolve pedir opinião a uma “amiga”.

Bom, a verdade é  que ela vê que você ficou simplesmente linda com a roupa que escolheu e que o vestido dela não vai ficar tão bacana quanto o seu. Mas o que ela diz é que achou o vestido meio batido, fora de moda e que você deveria escolher outra roupa. Pronto, você que tinha a roupa perfeita dentro do seu armário, já está com as chaves do carro na mão para correr no shopping e encontrar um vestido novo para a festa.

evite os falsos conselhos

O estímulo errado no sentido oposto

O lado maldoso pode acabar partindo de nós mesmas também. E por pura bobagem e falta de uma reflexão mais coerente, torramos uma grana sem nenhuma necessidade. Você visita a casa daquele casal de amigos que acabou de casar. A casa nova está um sonho e eles estão super felizes com a decoração, com os móveis novos, os eletrodomésticos que ganharam de presente, enfim, os olhos estão brilhando.

No momento em que pisa naquela casa que ainda conserva até o “cheirinho de coisa nova”, mil pensamentos já começam a borbulhar. Você vê que o microondas tem uma função que o seu não tem, que a geladeira só falta conversar, que a smart TV é muito diferente da sua…Enfim, ver o outro ter coisas que você não tem acaba atiçando o lado consumista. “Será que devo trocar minha TV?”, “Nossa, como seria legal ter um microondas assim!”, “Eu também quero uma geladeira com mil compartimentos e funções”.

Se a empolgação lhe tomar neste momento, é bem possível que você gaste dinheiro comprando coisas que não tinha a menor necessidade. As pessoas com as quais nos relacionamos tem contextos sociais e econômicos diferentes dos nossos. Uns vão ter mais dinheiro que você, outros terão menos, mas isso não lhe diz respeito. No fim das contas, querer espelhar-se na necessidade do outro não passa de um enorme engano. Podemos ser felizes sem cobiçar o que é do outro, vivendo de acordo com aquilo que realmente precisamos.

Lendo este texto você deve ter lembrado pelo menos de uma situação similar pela qual já passou, não é mesmo? Dá próxima vez em que isso acontecer, pondere melhor sobre a influência que você está recebendo, seja um conselho duvidoso por parte de alguém ou da sua própria consciência.

 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close