O que você precisa planejar para deixar de trabalhar?

O que você precisa planejar para deixar de trabalhar?

*Post patrocinado pela Caixa Seguradora

Você entra hoje em uma empresa e começa a jornada com um cargo baixo. Nesse momento, o planejamento de carreira parece simples e bem prazeroso. Você consegue enxergar os degraus que deseja subir dentro da organização, os cargos que imagina ocupar um dia. A verdade é que somos programados a pensar sempre na forma como vamos construir a carreira, pensar na constância e no futuro do nosso trabalho. O momento de encerrar o ciclo, por outro lado, nem sempre é considerado dentro do planejamento.

Já refletiu sobre isso? Como você planeja encerrar a sua carreira? Pensar a respeito disso vai além de imaginar uma idade ideal para deixar de trabalhar. O planejamento deve incluir o patrimônio que seria ideal acumular para bancar as despesas que virão.

Cuidados com saúde

De um modo geral, os custos com saúde tendem a aumentar conforme a idade avança. O plano de saúde certamente ficará mais caro, os gastos com remédios também devem subir e é preciso considerar uma fatia mais significativa também para exames mais complexos, ou possíveis procedimentos cirúrgicos.

Em todo caso, por mais que todas essas despesas sejam previsíveis, existe um planejamento neste sentido que vai além do dinheiro que é ideal economizar para o cuidado com o futuro: bons hábitos de alimentação e a prática de exercícios. Você não precisa levar uma rotina repleta de privações e com uma disciplina rigorosa como a de um atleta, mas manter bons hábitos de alimentação e uma rotina saudável de atividades físicas são formas de ajudar a prevenir complicações de saúde no futuro.

Póscarreira

O momento de encerramento da carreira certamente vai pedir um período de férias prolongadas. Fazer aquela viagem que sempre quis, passar mais tempo com a família ou mesmo cultivar o ócio sem culpa. A questão é que esse período de férias tem prazo de validade. Em algum momento, surgirá a necessidade de ocupar a rotina com algo produtivo.

Sendo assim, vale a pena pensar nisso desde já. Quais atividades você imagina que gostaria de desenvolver com mais calma quando deixar de trabalhar? A que tipo de hobby tem vontade de se dedicar com mais tempo? O ideal é imaginar uma ocupação interessante e prazerosa para preencher o tempo depois que a carreira não for mais a sua prioridade.

Planejamento financeiro

Tendo em vista tudo que foi dito acima, é válido considerar que o planejamento financeiro precisa ser estruturado com cuidado para que seja possível arcar com os gastos previstos. Isso não significa que hoje mesmo você será capaz de colocar na ponta do lápis o quanto vai precisar ter no futuro – até mesmo porque não é possível ter 100% de precisão na hora de olhar para o futuro. Por outro lado, podemos fazer uma estimativa diante do que esperamos para a vida. Deixar esse planejamento de lado é alimentar a ansiedade de não saber o que esperar do futuro.

Viver o presente com os pés no chão é o jeito mais fácil de conseguir alcançar o futuro dos sonhos. Criar o hábito de separar cerca de 20% do salário para investir a longo prazo é o ideal. Se ainda não for possível separar essa fatia, comece com menos e coloque a meta de economizar cada vez mais. Seu futuro planejado te espera!

Palestra Online Gratuita:

Por que você já deve começar a preparar sua aposentadoria?

Dia 13/09 às 19h30

http://goo.gl/lQxdtO

Vagas limitadas!

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Foto: Shutterstock

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close