Orçamento: 15 itens que estão pesando no bolso em 2017

Orçamento: 15 itens que estão pesando no bolso em 2017

Não há como cuidar do orçamento sem ficar de olho nos preços. Em 2017, a inflação tem dado uma trégua ao consumidor, mas, mesmo assim, há produtos e serviços que ficaram bem mais caros este ano e merecem atenção especial.

Confira, então, quais foram os itens que sofreram aumentos mais significativos neste ano, segundo os dados divulgados na sexta-feira (07) pelo IBGE. Os preços foram coletados para cálculo do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do País.

1) Frutas, legumes e verduras

Os itens de supermercado têm um peso enorme nas finanças de uma casa e estão sempre variando de preço. Por isso, uma boa pesquisa é fundamental. Veja abaixo quais foram as frutas, legumes e verduras que mais encareceram neste ano.

MANGA43,10%
MORANGO25,18%
AÇAÍ (EMULSÃO)24,38%
PIMENTÃO11,62%
REPOLHO11,22%
ALFACE10,92%
BRÓCOLIS10,87%
CHEIRO-VERDE9,59%
COUVE-FLOR9,01%
CENOURA8,87%
ALHO5,63%
TOMATE5,20%

Por outro lado, podemos citar alguns itens que ficaram mais baratos, como abacate (-45,62%), limão (-34,18%), mandioquinha (-33,82%), maçã (-27,67%) e banana-maçã (-26,43%).

2) Outros alimentos e bebidas

Outros itens de consumo diário que tiveram aumento considerável foram a manteiga, ovos, café e os peixes. Veja mais na tabela.

PEIXE-PINTADO22,99%
MANTEIGA11,11%
OVO DE GALINHA10,60%
PEIXE-PACU9,81%
CAFÉ MOÍDO9,77%
PEIXE-SALMÃO9,74%
FLOCOS DE MILHO9,64%
CREME DE LEITE9,32%
CAFÉ SOLÚVEL9,05%
VINAGRE8,64%
PEIXE-SARDINHA8,13%
PATÊ8,01%
LEITE DE COCO7,97%
PEIXE-CORVINA7,35%
CALDO CONCENTRADO7,03%
PÃO DE FORMA6,91%
BOLO6,68%
LEITE LONGA VIDA6,10%

Já entre os que ficaram mais baratos, podemos destacar os feijões, que, depois de subirem muito no ano passado, estão reduzindo de preço gradativamente: feijão-preto teve queda de 28,43%, feijão-massacar (fradinho) de 13,55% e feijão-carioca de 10,52%.

3) Educação regular

Os cursos regulares, que incluem de creche e ensino superior, subiram 8,27% no ano. Confira os aumentos detalhados.

EDUCAÇÃO INFANTIL10,22%
ENSINO FUNDAMENTAL 10,07%
CRECHE 9,94%
ENSINO MÉDIO9,88%
ENSINO SUPERIOR7,98%

4) Cursos livres

Outros cursos, chamados de diversos, também tiveram aumento significativo de 3,50%. Entre eles destacam-se cursos de idioma, que ficaram 4,68% mais caros, e o preparatório, que subiu 4,62%.

5) Produtos farmacêuticos

Os produtos farmacêuticos tiveram aumento de 4,25% no primeiro semestre. Veja os que mais se destacaram entre eles.

ANTI-INFECCIOSO E ANTIBIÓTICO5,5%
ANTI-INFLAMATÓRIO E ANTIRREUMÁTICO5,25%
GASTROPROTETOR 5,21%
ANALGÉSICO E ANTITÉRMICO4,93%
PSICOTRÓPICO E ANOREXÍGENO4,92%
VITAMINA E FORTIFICANTE4,78%

6) Serviços de saúde

Já os serviços de saúde ficaram 5,41% mais caros. Abaixo você confere os mais significativos.

APARELHO ORTODONTICO5,17%
FISIOTERAPEUTA3,89%
DENTISTA3,83%
PSICÓLOGO3,06%
MÉDICO2,87%

7) Plano de saúde

Outro item que pesou no bolso foi o plano de saúde. Em 2017 seu valor foi reajustado em 6,55%.

8) Serviços de transportes

O grupo Transportes do IPCA apresentou uma redução acumulada de 0,85% neste ano. No entanto, há itens que se destacam pela alta: ônibus intermunicipal ficou 7,27% mais caro, ônibus urbano, 6,31%, e transporte escolar, 4,44%.

Por outro lado, as passagens aéreas apresentaram queda de 20,06% e o ônibus intermunicipal de 3,06%.

Leitura complementar

Cuide Melhor Do Seu Dinheiro

Cuide Melhor Do Seu Dinheiro

Ver mais

9) Veículo próprio

Os custos para manter um veículo próprio subiram 0,71% em 2017. O preço do automóvel caiu 0,47% e o da motocicleta subiu 1,24%. O que mais pesou, entretanto, foram outros gastos: gás veicular subiu 6,75%, seguro voluntário, 5,25%, lubrificação e lavagem, 2,12%, e emplacamento e licença também 2,12%.

Mas não tivemos apenas más notícias: o preço do etanol caiu 12,41% e da gasolina, 5,56%.

10) Gás doméstico

Os combustíveis usados dentro de casa também pesaram mais no bolso este ano: o gás encanado subiu 9,07%, enquanto o botijão de gás, 3,22%.

ipca_acumulado_interna

11) TV por assinatura com internet

“Combo” de TV por assinatura e internet acumula alta de 5,52%.

12) Celular

Ter e manter um telefone celular também está mais difícil. Os aparelhos subiram 5,07% e o pacote de ligações e internet ficou 2,05% mais caro.

13) Outros serviços

Outros itens que têm impacto a mais no orçamento são despachante, com alta de 7,84%, correio, 7,60% e serviços bancários, 3,36%.

14) Beleza e higiene

Já entre produtos de beleza e higiene, destacam-se as altas em produtos para as unhas (6,33%), artigos de maquiagem (4,75%), produtos para cabelo (3,36%) e sabonete (3,36%).

15) Habitação

O grupo Habitação teve alta de 1,83% este ano. Custo de aluguel e taxas influenciam a alta: preço do aluguel residencial teve aumento de 1,36%, condomínio, 3,98%, e taxa de água e esgoto, 4,21%.

 

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close