Organização financeira familiar? Sim, é possível!

Organização financeira familiar? Sim, é possível!

Nós sabemos que precisamos evitar gastos desenfreados, organizar nossa vida financeira e investir. Agora, muitas nos perguntam: como? O sonho parece ser difícil de alcançar e a cada dificuldade, surge uma nova frustração. Como isso, uma nova desistência e a sua vida financeira sai dos eixos.

Para a mulher, que é naturalmente preocupada com a família, fica uma tensão a mais: se eu não consigo organizar minha vida financeira, que dirá a minha família. Antes de ir para o caminho errado (a desistência), volte todas a casas e perceba onde está o problema.

Como tudo na vida, não é fácil organizar-se financeiramente. Mas cedo ou tarde você vai ter que enfrentar esta barreira e fazer seu dinheiro render de forma inteligente. Um bom exemplo é relatado no blog Família Quadrada com Mônica Japiassú, Carlos Marcelo Bianchi, Amanda e Letícia. Antes do casamento os dois criaram o blog e organizaram as finanças.

“Criamos o blog em fevereiro de 2003. Queríamos registrar os preparativos para o casamento e também ajudar outras pessoas que estivessem na mesma situação. Continuamos contando sobre a vida de recém-casados, depois sobre a vida de mamãe e papai de primeira viagem, sobre a vida com duas filhas e prosseguimos até hoje falando sobre o nosso dia a dia. Temos a intenção de dar dicas e propor reflexões sobre finanças e relacionamento familiar”, contaram.
Principais dificuldades
Ao acompanhar as postagens do blog, o leitor percebe a evolução da família, mas você pensa que foi fácil? “O maior desafio é a disciplina. Para uma boa organização financeira é necessário planejar de forma realista e concisa. Para dar certo, os dois devem ter a disciplina de refletir sobre a vida financeira atual. Devem também planejar o futuro e depois fazer um acompanhamento frequente. Assim, caso seja necessário, propor melhorias”, explicaram.


O segredo do sucesso
“Nosso dinheiro é conjunto. Tudo o que entra ou sai é do casal e da família, não de cada um! É o que chamamos de “Dinheiro sem fronteiras“.
Para controlar no começo, utilizávamos planilhas. Depois de listar, analisávamos os resultados para saber quais eram nossos maiores gastos e planejarmos como diminuí-los quando era necessário.
Isso tornou-se habitual. Conseguimos chegar a um padrão estável de gastos, tornando desnecessário continuar lançando tudo. Atualmente controlamos tudo pelas contas e faturas dos cartões de crédito.
Agora quando planejamos um gasto maior, como uma viagem ou a compra de um carro, usamos outra planilha. Fazemos uma projeção de gastos futuros, simulamos entradas e saídas de dinheiro. Assim avaliando se podemos assumir esse gasto maior ou não”.

Conquistas com o planejamento
Acredite, assim que fizer um planejamento certinho, seus sonhos serão realizados. Depois de muita organização, a Família Quadrada conseguiu fazer uma viagem para a Disney! Assim que voltaram do mundo mágico, conseguiram quitar toda a viagem. “Foi uma sensação dupla de vitória: tanto por estarmos realizando um sonho antigo como pelo pagamento”.
O primeiro susto
Em busca de um maior rendimento, decidiram investir em algo diferente da poupança. “Decidimos arriscar. O primeiro grande desafio foi mudar o nosso modelo relacionado ao risco. Antes nosso dinheiro ficava apenas na poupança. Partimos disso para as ações, que inserem um fator de risco alto ao nosso patrimônio, especialmente quando não se tem muito conhecimento. Como não sabíamos muito bem sobre o mercado, começamos errado: seguindo a ‘manada’. Investimos algum dinheiro em um fundo de ações que já estava com um valor muito alto. Decepção: perdemos metade do valor investido em 6 meses!! Decidimos estudar para conhecer melhor o mercado de ações. Depois de nos sentirmos seguros, começamos a investir por conta própria em alguns papéis”.
Próximos sonhos
Depois de realizar o primeiro sonho, ficaram com mais sede de ir atrás em busca de coisas novas. Eles estão com este espírito e seguindo em frente. “Nossa filha, Amanda, pediu para a nossa próxima viagem ser para Bariloche. Porém, nós gostaríamos de voltar a Orlando… vamos negociar em família para definir. Agora já temos ideia do valor necessário para viagens desse tipo. Vamos nos organizando desde já para não voltarmos da viagem com dívidas!”.
Gostou? Então conte pra gente quais são os sonhos da sua família.

Este conteúdo foi útil para você?

carolinaruhman

carolinaruhman

Fundadora e CEO do site, coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015). É também palestrante sobre finanças para mulheres e empreendedorismo feminino e palestrou no TEDxSP

close