Organizando a casa e rotina para o primeiro animal de estimação!

16.05.2014

-

Por Governess Consultoria Familiar

Organizando a casa e rotina para o primeiro animal de estimação!

*Antoniele Fagundes

Quem nunca se rendeu ao olhar de um de cachorrinho ou de um gatinho?E não é por menos,  afinal os animais de estimação, além de companheiros fieis, são mesmo adoráveis.

Mas, nem toda família e nem toda casa é adequada para receber esses animaizinhos tão queridos.

Importante: Analisar o custo que um animalzinho de estimação terá é super importante! Afinal, o amiguinho vai precisar de um veterinário, de comida adequada e de cuidados constantes!

Antes de decidir ter um animal em casa, verifique se o seu espaço é adequado para o tipo de animal que você gostaria de ter. Partir da analise de qual tipo de animal sua casa consegue abrigar é o melhor caminho. Não se esqueça que o tamanho da sua residência deverá influenciar diretamente na sua decisão.

Ademais, se você mora em apartamento ou em um condomínio de casas, por exemplo, é importante consultar as regras do condomínio para saber quais os tipos de animais o espaço aceita.

Depois de analisar os tipos de animais que sua casa conseguiria abrigar, decida que tipo de animal se encaixaria à sua família. Um gato, um cachorro, um peixinho, um passarinho, uma tartaruguinha, etc…

Dica: Se você nunca teve um animalzinho, converse com famílias que já tiveram ou que têm animais de estimação em casa. A opinião dos seus vizinhos é bem vinda neste momento!

Para quem já teve animal de estimação em casa fica mais fácil entender como fica a dinâmica com a presença deles! Pois depois que o animalzinho estiver com você, ele estará sobre sua responsabilidade e abandona-lo ou não cuidar dele adequadamente, não são atitudes aceitáveis, concordam?

Organize a sua casa para a chegada do primeiro animal de estimação

Outra dica importante é considerar se o animalzinho terá companhia durante o dia! Cachorrinhos por exemplos se sentem muito solitários quando passam longas horas sem seus donos! Por isso, se sua família costuma ficar fora o dia inteiro, um peixinho seria bem adequado, por exemplo.

Decida com seus familiares quais os melhores espaços para o animalzinho dormir, fazer suas necessidades e se alimentar.

E falando nisso, já ouviram aquele ditado que diz: “cachorro de dois donos morre de fome”? Pois bem, se o animalzinho for só seu, cuide dele por inteiro! Os bichinhos precisam de horários para comer, alimentação adequada e que seus donos limpem suas sujeiras! Para cachorros e gatos, discuta com o veterinário qual a melhor forma para educar o seu bichinho a fazer as necessidades sempre no mesmo lugar.

E pensando em cachorros, é super indicado que eles passem pelas calçadas para fazer suas necessidades! Só não vale sair para passear sem levar um saquinho para recolher a sujeira.

Os animais de estimação dão trabalho e nos custa dinheiro mante-los! Mas, as alegrias que estes nos proporcionam são incontáveis e faz valer a pena!

Um grande beijo!

 

*Antoniele Fagundes estudou filosofia, psicologia e psicanálise. Atua como Consultora Familiar orientando famílias em todas as questões domésticas e familiares. Fale com ela através do e-mail antoniele@governess.com.br.

Este conteúdo foi útil para você?

Governess Consultoria Familiar

Governess Consultoria Familiar

Organize-se

close