Paciência é a chave para evitar brigas de casal por falta de dinheiro

Paciência é a chave para evitar brigas de casal por falta de dinheiro

*Priscila Lambach

Brigas de casal por falta de dinheiro são extremamente comuns. No último sábado escutei uma frase que nega todo o lema de um Beatle maníaco – o famoso “All you need is love”. Ouvi que “não existe amor em uma cabana”. Foi uma frase que apareceu no meio de um almoço que tinha como finalidade explicar o motivo de um casamento estar por um fio.

Não é a primeira vez que o assunto dinheiro vem associado a uma relação. Qual é a importância do dinheiro em uma parceria saudável, afinal?

Alguns estudiosos dizem que o que mais precisamos para ser feliz não envolve grana. É necessário seguirmos nossos propósitos, termos amigos, praticar o afeto.

Porém, na prática parece não ser tão simples assim.

Com o cenário político-econômico conturbado, muitas pessoas estão ansiosas e nervosas. Não sabem se continuarão no emprego no dia seguinte, se conseguirão comprar uma casa, se estabelecer. Muitos estão com medo do futuro.

briga-de-casal-dinheiro

Quando um dos cônjuges perde o emprego, o outro segura as pontas, porém, aquele que está em busca de um novo trabalho, por vezes, fica deprimido e desmotivado. A tristeza e a decepção tomam conta a ponto de inclusive prejudicar a sua retomada ao mercado. Enquanto o outro fica mais sobrecarregado e ainda tenta lidar com as demandas emocionais do parceiro. Não é fácil.
Alguns dizem também que “Quem casa, quer casa” e, portanto, precisa de dinheiro.

Crises financeiras abalam casais, amigos e famílias desde sempre. O dinheiro vai muito além do comprar. O dinheiro dá segurança, tranquilidade e prazer. E é isso que a maioria busca.
E como driblar as dificuldades e conseguir viver em harmonia? Cada grupo, uma dinâmica. Porém, a matemática costuma funcionar em grande parte das vezes: diminuir as saídas e aumentar as entradas.

Procurar itens em promoção, não gastar com supérfluos, usar cupons, aproveitar o que se tem em casa, adquirir em bazares, são algumas alternativas simples para começar.

Para ter uma renda extra, dá para fazer alguns trabalhos de final de semana, ajudar um amigo em um projeto, ou trabalhar de casa. Coloque no papel o que você faz bem, e veja se dá para fazer disso algo lucrativo.

Eu acredito que pode existir amor em uma cabana, pois tenho a convicção de que a sociedade é plural. Por isso, as pessoas podem atribuir diferentes valores às suas prioridades. O que é bom para mim, pode não ser para você, e isso é maravilhoso.

São muitas as dinâmicas. São muitas as formas de viver.

Se no seu caso a falta de dinheiro for motivo para brigas significativas, encontre maneiras de amenizar o sofrimento. Afinal, a crise financeira pode passar, e com ela o amor se fortalecer. Dá trabalho, mas vale a pena. O casal pode aprender junto a consumir de forma mais consciente, e logo, fazer disso um estilo de vida.

*Priscila Lambach é administradora de empresas e pedagoga. Fala sobre desenvolvimento humano e formação pessoal feitos com poucos recursos, de forma criativa e eficiente – desfazendo a ideia de que para educar bem é preciso investir muito dinheiro.
Émail: contato@priscilalambach.com

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close