Pesquisa mostra resistência das mulheres na economia

Pesquisa mostra resistência das mulheres na economia

Buscando entender a nova geração de mulheres no Brasil, o Grupo ABC, em parceria com a consultoria 65 |10, realizou uma pesquisa em cinco áreas diferentes: moda, corpo, conectividade, mobilidade e finanças. O resultado é um mapa de microevoluções, todas nascidas da necessidade feminina de combater o machismo ainda enraizado na sociedade.

Logo, o empreendedorismo e a inovação está presente em todas as áreas. O estudo ganhou o nome de “Revolução Delas” e ressalta que a mulher é uma das principais responsáveis pelas mudanças no mercado. Afinal, nós não somos um nicho, nós somos o mercado.

Você também pode gostar:
Fórum Mulheres em Destaque discute liderança feminina
Precisamos de mais projetos de mentoria para mulheres
Três em cada cinco brasileiras têm a vida financeira organizada

Essa resistência tem revertido ainda a situação de vulnerabilidade da mulher quando o assunto é dinheiro, problema cultural que vem sido combatido nos últimos 10 anos, com o aumento de 83% da renda feminina e 38% dos lares brasileiros sendo liderados por mulheres. A pesquisa mostra que este fortalecimento acontece em resposta a um ambiente de trabalho hostil, onde 33% das mulheres já afirmaram ter sofrido assédio sexual e 32%, que ganham menos que os homens. Por isso, não impressiona que 45% dos empreendedores brasileiros sejam mulheres e 38% das empreendedoras trabalham em casa.

Continue a ler a matéria na próxima página!

O “Revolução Delas” traçou ainda o perfil da nova empreendedora brasileira, mostrando que ela busca educação financeira para não ficar atrás dos homens e consegue por meio de workshops, cursos, palestras e informações na web. É aí que entra o Finanças Femininas, como o primeiro site a dedicado a falar de dinheiro somente para mulheres.

Além do lucro, empreender significa flexibilidade de horários, poder trabalhar em casa, mais perto da família e evitar atitudes opressoras todos os dias. Pensando nisso, as empreendedoras brasileiras se unem para incentivar, informar e facilitar a ingressão de outras mulheres no mundo do empreendedorismo. Assim surgem iniciativas como Rede Mulher Empreendedora e o Dia Global do Empreendedorismo Feminino, ambas destacadas no estudo. revolucao-delas-pesquisa

Para outros detalhamentos da pesquisa, acesse o site oficial.

Fotos: Divulgação “Revolução Delas” / Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Então clique aqui e assine a nossa newsletter!

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close