Por que entender as notícias da Bolsa de Valores?

Por que entender as notícias da Bolsa de Valores?

*Mariana Ribeiro

Você já se perguntou por que em todo noticiário o jornalista faz um comentário sobre a Bolsa de Valores? Dizem sobre o sobe e desce da Bolsa, enfatizando uma importância que pode passar despercebida para a maioria das pessoas.

Qual o impacto dessas informações na sua vida?

Entrevistei Marcos Amaral Campos Filho, mestre em economia pela FGV e consultor de investimentos que nos mostra o porquê de estar atenta a essas informações.

Ele explica que quando é noticiado que a Bolsa de Valores caiu, por exemplo, significa que, na média, as principais ações que compõem o Índice Bovespa- chamado de Ibovespa – desvalorizaram em relação ao dia anterior. Isso não significa necessariamente que todas as empresas que compõem o Índice ou participaram do pregão tiveram o mesmo comportamento. Isso significa que nem todos os investidores perderam capital naquele momento. Na verdade, quer dizer que, na média, os principais papéis do Índice Bovespa caíram naquele dia.

A presença da Bolsa no noticiário diário se dá porque ela representa um termômetro: primeiro das expectativas dos participantes de mercado com relação à performance das empresas nacionais e, em segundo lugar, com relação a eventos que possam influenciar o desempenho da economia, sejam eles de iniciativa nacional (como aumento de impostos ou redução de taxa de juros) ou internacional (uma mudança na política monetária dos Estados Unidos). Atualmente, o mercado de Bolsa brasileiro é altamente concentrado em poucos grupos econômicos, já que o Ibovespa é formado por 58 ações de 55 empresas.

bolsa_de_valores

O índice representa uma carteira teórica de investimentos que reúne as principais empresas brasileiras negociadas em Bolsa. Ele é reavaliado a cada quatro meses – nos intervalos entre janeiro, maio e setembro. Para que uma empresa faça parte do índice é preciso cumprir critérios como: não estar em processo de recuperação judicial, ter relevância em volume negociado e liquidez no mercado.

Os movimentos dos preços das ações são resultado da interação entre compradores e vendedores, baseados em suas interpretações sobre o valor que entendem como justo para ações. A importância dos movimentos de tendência é que eles confirmam um comportamento do mercado. Assim, altas seguidas mostram um momento de otimismo na economia, enquanto as baixas representam o receio quanto ao desempenho das empresas. Sendo assim, os movimentos da Bolsa têm uma forte influência no nível de emprego, renda e juros do País, para citar algumas variáveis.

Deste modo, entender os movimentos da Bolsa é importante não só para quem aplica em renda variável, mas também para acompanhar o humor do mercado em relação à economia.

Mariana Ribeiro é analista financeira e pesquisadora da vida de Eufrásia Teixeira Leite, a primeira brasileira a investir na Bolsa de Valores. Tem como projeto desenvolver material que ensine, estimule e empodere mulheres no mercado financeiro.  

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Mariana Ribeiro

Mariana Ribeiro

Eufrásia

close