Qual a melhor forma de conversar com os clientes?

Qual a melhor forma de conversar com os clientes?

Ao montar o seu próprio empreendimento, quais são as estratégias que você planeja para relacionar-se com seus clientes? Sua área de atuação e seu público-alvo requerem formalidades ou descontração? Independente de qual for o seu nicho, vale a pena ir além nas suas pesquisas e explorar as novidades, novos meios de aproximação.

Algumas iniciativas tem rompido, com sucesso, premissas mais baseadas no senso comum do que no conhecimento do público. Quer um bom exemplo disso? É só dar uma olhada mais de perto na estratégia adotada pela prefeitura de Curitiba para tentar desfazer a imagem de que a cidade é pouco receptiva. O sucesso das redes sociais do órgão oficial chegou inclusive a ser tema de matéria recentemente publicada no portal Exame.

Ao contrário do tom “oficialista” que poderíamos esperar das redes sociais de um órgão público, a prefeitura da capital do Paraná abriu mão das formalidades para dar lugar a textos bem-humorados, com o objetivo de criar um clima amistoso tanto com os moradores da cidade quanto com os turistas.

reprodução facebook/prefeitura de curitiba

Vendas

Outro exemplo clássico de uso das redes sociais de um modo inovador, é o perfil do Ponto Frio no twitter. A rede de lojas foi pioneira no Brasil em gerar conteúdo interativo com os clientes, mesclando boas doses de bom humor e criatividade com “caronas” que a marca costuma pegar em assuntos que geram polêmica na internet.

Engana-se quem subestima o poder da ferramenta. De acordo com informações do portal Adnews, a empresa vendeu R$ 20 milhões em 2012 somente com o uso das redes sociais.

Preparação

Os exemplos dados acima fizeram um grande sucesso com o público não só pela estratégia adotada, mas também pelo poder de alcance de ambos. Nosso intuito aqui não é te estimular a adotar exatamente as mesmas táticas, mas mostrar que é possível ousar. Nem sempre o que fica estabelecido pelo senso comum é o que vai realmente fazer sucesso.

Além da pesquisa para saber qual a linguagem e as estratégias mais alinhadas com seu público-alvo, é preciso que você também preocupe-se em preparar a sua equipe para lidar com essa linha de trabalho.

Para enfrentar a competitividade do mercado é preciso oferecer diferenciais aos clientes. As pessoas se interessam em saber quem está por trás de uma marca, qual a procedência do produto, ficam ainda mais satisfeitas se recebem um atendimento de qualidade ou são prontamente respondidas quando têm algum tipo de problema com a mercadoria.

É possível estreitar essa relação, tornar seu produto mais interessante e despertar o interesse de quem consome por algo além da imagem na vitrine.

 

E você, quais as experiências que já teve quanto ao relacionamento com clientes? Conte-nos sua experiência!

 

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close