Qual é o cartão de crédito certo para você?

Qual é o cartão de crédito certo para você?

Algumas pessoas vivem fazendo piadinha entre mulheres e cartão de crédito. Quem nunca ouviu nada do gênero que atire a primeira pedra! Mas você – como uma boa leitora do Finanças Femininas – sabe que cartão de crédito não é brincadeira e precisa de limites. Se usar mal, você pode se meter numa dívida sem fim. Por isso, o ideal é ter um que combine com seu estilo de vida. Você sabe identificá-lo? Veja quais são os principais detalhes que você deve conhecer para escolher o certo.

Analise seu perfil
Não adianta você querer um super cartão de crédito se a sua renda suporta um cartão comum. Antes de sair se metendo em problemas, veja qual é o tipo de cartão que mais combina com você. Você precisa saber qual é a sua renda, quanto anos tem e, principalmente, quais são seus interesses com o cartão. Lembre-se de manter os seus pés no chão para entender o que é melhor no seu caso. Não relute ou siga a moda! Se você não tem bala para bancar um cartão sem limite, por exemplo, é melhor pedir ao banco que reduza o seu limite do que encarar uma dívida surreal assumida num momento de impulso.

Conheça as taxas
O maior problema no cartão de crédito são os juros e taxas cobradas quando você faz uma compra parcelada. Por isso você deve ter na ponta da língua quanto custa a anuidade, quais serão os juros cobrados em determinadas operações e quanto o banco cobra se você quitar o total da fatura na data do vencimento. Você sabia que, no ano, as taxas do cartão podem chegar a 200% para quem caiu no rotativo? Pois é – caro demais. Um bom aliado nessa hora é saber o CET (Custo Efetivo Total). Ali você entende o que estão cobrando de você e de que forma isso acontece. Faça o que for melhor para você e para suas finanças. O banco não é seu amigo, pelo contrário só está interessado em lucro. Você é só é mais um número para eles.

Ligue para a central de atendimento
Um bom medidor de eficiência do banco é o SAC da empresa. Um dia que estiver com tempo livre, ligue e veja se é bem atendida. Esse é um bom termômetro para saber se o serviço funciona e se você está adaptada as regras daquela empresa. Isso é só um teste, mas que pode decidir qual é a instituição bancária que você quer fazer as suas movimentações bancárias.

Cuidado com cartões de lojas
Quem nunca viu uma loja de departamentos ou uma farmácia oferecerem seus próprios cartões de crédito? Parece, à primeira vista, que é um jeito ótimo para pagar as contas nesses estabelecimentos, mas tome cuidado. Antes de pegar o seu cartão, veja bem todas as vantagens oferecidas e todos os custos embutidos ali. Pode ser um bom aliado, mas pode também virar um pesadelo. Já vimos casos de mulheres com compras parceladas em dezenas de cartões de lojas diferentes – isso só atrapalha a sua organização e aumenta os seus custos. Então, antes de resolver qualquer coisa, pesquise bem e entenda o que está sendo oferecido.

Tem alguma dúvida?

Este conteúdo foi útil para você?

carolinaruhman

carolinaruhman

Fundadora e CEO do site, coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015). É também palestrante sobre finanças para mulheres e empreendedorismo feminino e palestrou no TEDxSP

close