Qual é o momento para recomeçar a carreira?

Qual é o momento para recomeçar a carreira?

Felicidade, realização, sucesso. Por mais que busquemos a plenitude de tudo isso em nossas vidas, o significado dessas palavras é fluido. O que é felicidade para você agora? O que te deixa realizada? O que é preciso fazer para ter sucesso? A grande verdade é que esses três pilares dependem de busca constante, não costumam se fixar e manter a estabilidade eternamente. Na carreira, a realização pode ser como “a mulher que passa” de Vinícius de Moraes, aquela que tem “raízes como a fumaça”.

Posso formar-me hoje e projetar uma carreira maravilhosa em uma determinada empresa, conseguir uma vaga e passar anos batalhando para chegar a um posto alto naquela companhia. Anos antes, na faculdade, poderia me imaginar naquela posição que alcançaria no futuro acrescentando a este sonho um apartamento bacana, o carro do ano na garagem, dinheiro no bolso e férias maravilhosas, cada ano em um cenário diferente. Ao alcançar o objetivo, posso perceber que o emprego não é tão prazeroso como imaginava, que a cultura da corporação não condiz com meus princípios e que o desgaste que tenho diariamente não compensa um estilo de vida cheio de luxo e conforto.

Este é um grande paradoxo para quem faz parte da geração X (hoje com idade entre 30 e 40 anos). A geração que foi criada para ter uma carreira bem sucedida, família constituída e casa própria quitada, com a determinação de que o alcance dessas metas seria sinônimo de felicidade, realização e sucesso. O fato é que este conceito de satisfação pessoal nada tem de pessoal. Isso foi constituído com base no senso coletivo, no padrão que é pregado pela sociedade como a ordem natural das coisas.

O que acontece se ao chegar aos 35 anos você resolve largar o emprego e tirar um tempo para repensar completamente sua carreira? E se um dia você decide deixar sua cadeira de chefe e a agitação de uma grande metrópole para abrir um empreendimento na praia? Trouxemos este assunto à tona motivadas por uma experiência pessoal dividida pela jornalista Fabiana Gabriel na revista Carne Seca. Ela acredita que a geração X está chutando o balde e traz uma reflexão justamente sobre os conceitos criados acerca de realização pessoal, com base no que viu acontecer com amigos próximos. Uma amiga vendeu parte da sociedade que tinha em uma empresa e foi morar na Europa para estudar gastronomia e fotografia. Um outro amigo abandonou o emprego em uma grande corporação no Rio de Janeiro para estudar psicologia em Florianópolis, sua terra natal.

Pois vejam só, para essas pessoas a vida estável e programada deu lugar à coragem para dar um novo rumo e recomeçar. A nossa felicidade, sucesso e realização podem não condizer com aquilo que supomos ou imaginamos. Refletir sobre este assunto é importante porque muitas vezes deixamos de tomar decisões importantes na vida em função de pressões externas.

pedido_demissao

 

Quem já passou pela situação de pedir demissão de uma grande empresa e ver os colegas incrédulos com a decisão? Alguns lhe parabenizam, mas por suas costas comentam que acham uma loucura o que você está fazendo. Outros te chamam em um cantinho e realmente te cumprimentam, dizendo que gostariam de ter a mesma coragem, mas que não podem abandonar o emprego naquele momento.

É certo que temos contas a pagar, uma vida para cuidar, responsabilidades para arcar, mas será mesmo que para bancar nossa própria vida é preciso viver aprisionada a um emprego que não te faz bem mais? É válido repensar o estilo de vida, as possibilidades de mudança, formas de dar novos rumos à sua vida, sem que seja necessário seguir numa carreira que não traz a menor satisfação.

O dinheiro é necessário, a felicidade profissional também, mas nem sempre o caminho que você optou seguir no passado permanecerá no futuro. Se a sua vida precisa de uma mudança, analise o que não está no lugar, estude uma mudança de rumos, não tenha receio de começar outra vez, de outra maneira. As vezes é preciso surpreender a nós mesmas e alterar os planos para que a vida seja realmente leve e feliz.

 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

karinaalves

Karina Alves

Jornalista e editora de conteúdo do Finanças Femininas. Já trabalhou em jornais impressos, online, rádio e com produção. Tem fascínio pela junção entre economia e psicologia, procura explorar cada vez mais esse universo e busca usar esse aprendizado para ajudar as pessoas a levarem uma vida financeira mais saudável! Contato pelo karina@financasfemininas.com.br

close