Quem disse que não dá para organizar as suas contas?

Quem disse que não dá para organizar as suas contas?

*Carolina Ruhman Sandler

Quem consegue ter uma vida financeira organizada? Para muitos, essa ideia parece simplesmente impossível – não estar no vermelho já é uma vitória. Mas a sensação é de vivermos presas em um ciclo vicioso: ganhamos o salário, gastamos com o que precisamos, mas nunca sobra absolutamente nada. Conseguir poupar é como uma miragem – parece possível no começo do mês, mas nunca chegamos lá.

Com isso, ficamos conformadas de que é assim que a vida é. “É assim que a vida funciona”, pensamos. Mas o que existe de diferente com as pessoas que não aceitam isso, correm atrás e conseguem sim juntar um patrimônio, um pouquinho todo mês?

Você também pode gostar:
Conquistando sonhos: a importância do planejamento financeiro
Passo a passo para ter um planejamento financeiro
5 hábitos financeiros para começar já

Li recentemente sobre uma teoria que explica direitinho essa sensação de conformismo. Segundo esta ideia, as pessoas são motivadas a racionalizar e justificar a sua situação presente como legítima, mesmo que isso não esteja de acordo com os seus próprios interesses.

organizacao_financeira

Continue a ler a matéria na próxima página!

“Justificar o sistema padrão serve como um calmante. É como um analgésico emocional: se o mundo tem que ser desta forma, nós não precisamos ficar insatisfeitos. Mas este conformismo nos rouba do ultraje moral para lutarmos contra a injustiça e da determinação criativa  para pensar em alternativas para a situação”, diz Adam Grant no livro “Originals” (Originais, em tradução livre).

Traduzindo isso para a nossa vida financeira: nos conformamos que é desta forma que o mundo funciona e que a única possibilidade para os mortais é viver sempre no limite, no vermelho, sem dinheiro. Mas e se não precisar ser assim?

Quando cai a ficha de que qualquer um consegue sacodir a poeira, organizar as suas contas, quitar o que deve e começar a juntar dinheiro, você percebe que também pode fazer isso. E para isso, é só começar.

*Carolina Ruhman Sandler é a fundadora do site Finanças Femininas e coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva). Jornalista, tem 31 anos, é casada e mãe da Beatriz.

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter!

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close