Quem manda: você ou o seu dinheiro?

Quem manda: você ou o seu dinheiro?

A questão é muito simples e está relacionada com a forma como você lida com o seu dinheiro. Você tem controle sobre a sua situação financeira ou é o seu dinheiro que te impõe limites? Você faz o que você quer com o seu salário ou você morre de medo de olhar a fatura do cartão? O que queremos questionar aqui é como anda a sua relação com o seu dinheiro.

Não adianta nada sair pra jantar fora, se matricular naquela nova academia e fazer compras sempre que você acha que merece, mas não saber quanto você tem no banco naquele momento. Não estamos falando que você não deve aproveitar o lado gostoso da vida – pelo contrário! Mas é importante você fazer isso com consciência. Para assumir o controle dessa relação, o primeiro passo é você saber exatamente quanto tem, quanto pode gastar e quanto você deve.

Sim, até no vermelho você consegue ter controle: quando você sabe exatamente o tamanho e a estrutura das suas dívidas, você tem uma tranquilidade muito maior do que aquela pessoa que nem tem ideia do que está se passando – ela só sabe que há um rombo, mas dá até medo de olhar, aquele frio na espinha só de pensar… Quando você tem controle das suas dívidas, sabe quanto elas custam e pode montar um plano para pagá-las.

O primeiro passo é justamente esse: vencer o medo e olhar. Direitinho. Para você poder acabar com as fantasias (as boas e as ruins!) e montar um plano de ação. Pois a verdade é: você pode realizar o que você quiser com o seu dinheiro – para isso, você só precisa estabelecer prioridades, ter consciência dos seus limites e se planejar.

Não dá para ter tudo. Você tem que escolher entre aquela bolsa incrível carésima, uma viagem no fim do ano e uma festa de aniversário. Mas escolha e estabeleça um plano. Vamos dizer que você optou pela festa: então comece a se preparar!

Você precisa se planejar. Pesquise buffets, preços de bebidas, aquele DJ que você ama – e o mais importante de tudo, saiba o quanto tudo isso vai custar. A partir daí, é só começar a poupar. Ao invés de ficar gastando tanto com restaurantes e baladinhas com as amigas, opte por programas mais baratos, como convidar a turma para um jantar na sua casa e cada um leva uma bebida ou comidinha, por exemplo.

Mas onde você consegue economizar da melhor forma é revendo suas contas: veja se consegue um plano melhor na internet e telefone, e se você realmente assiste todos aqueles canais de TV a cabo. Analise suas contas e veja se você consegue um desconto se pagar tudo à vista. Cada vez que conseguir reduzir um gasto, jogue isto em uma conta separada. Quando você perceber, vai conseguir juntar o que você precisa muito antes do que você imaginou!

E você, controla o seu dinheiro ou é controlada por ele? Se você tiver alguma experiência (boa ou ruim!) neste assunto, conte pra gente nos comentários!

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

carolinaruhman

carolinaruhman

Fundadora e CEO do site, coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015). É também palestrante sobre finanças para mulheres e empreendedorismo feminino e palestrou no TEDxSP

close