Quer aumentar sua produtividade? Aprenda o truque do autor de “O Poder do Hábito”

Quer aumentar sua produtividade? Aprenda o truque do autor de “O Poder do Hábito”

Seja no trabalho ou na vida pessoal, manter o foco de forma excessiva em nossa visão pessoal pode nos deixar cegas para a realidade e nos impedir de aumentar a produtividade. Quem nunca teve uma crise de criatividade que acabou empacando um projeto? Quem nunca torceu o nariz ao ver alguém da equipe tentando mudar uma ideia sua?

Sobre esse tema, o Finanças Femininas teve uma conversa exclusiva com o jornalista e escritor norte-americano, Charles Duhigg, ganhador do prêmio Pulitzer e autor dos livros “O Poder do Hábito” e “Mais rápido e melhor: os segredos da produtividade na vida e nos negócios”.

Curiosidade e desapego quanto às nossas ideias

O grande dilema da criatividade é a forma como nos apegamos às nossas ideias e ficamos relutantes em perceber perspectivas diferentes sobre o tema. No livro “Mais Rápido e Melhor”, o autor dedica um dos capítulos para mostrar como o filme Frozen – animação que bateu recorde de bilheteria e ganhou dois Oscars – passou por uma forte crise de criatividade e precisou do cruzamento entre diferentes experiências dos membros da equipe para que pudesse se tornar um grande sucesso.

aumentar-produtividade-o-poder-do-habito

Charles Duhigg

Por incrível que pareça, o roteiro original não tinha nada a ver com o resultado final e o filme poderia ter sido um fiasco. Os personagens tinham outros papeis, a história fazia pouco sentido e não trazia uma mensagem forte para o público. Resumindo: o roteiro era solto e tinha pouco potencial. A entrada de uma nova pessoa na equipe foi fundamental para que a dinâmica do processo produtivo melhorasse.

“A grande lição é que quanto mais você encoraja as pessoas a aproveitarem a própria curiosidade, aprender sobre coisas novas e a se exporem a diferentes ideias, melhor é para o resultado final. Existem pessoas que conseguem transpor ideias de um ambiente para outro, mas para que isso possa acontecer, é preciso estar exposta a diferentes ideias”, afirma o jornalista.

Essas pessoas, segundo o autor, são chamadas de mediadores de criatividade. Elas são capazes de pegar uma experiência validada em determinado contexto e aplicá-la novamente com algum elemento inovador. Isso aumenta as chances de um trabalho criativo ter mais sucesso. Um exemplo dado por ele no mesmo livro é o do diretor Jerome Robbins, que dirigiu o clássico “Amor, sublime amor”. Na trama, aparecem elementos de Romeu e Julieta, dança moderna, ambientação nova-iorquina, enfim, uma série de fatores que, combinados, fez com o que o musical fosse um enorme sucesso no início da década de 1960.

Flexibilidade de ideias

Outro ponto destacado por Duhigg é o potencial que as empresas ganham ao incluir mulheres em equipes de trabalho que envolvem criatividade.

“Mulheres em ambientes de trabalho tendem a se sair melhor em relação a homens quando o assunto é flexibilidade mental. Muitos estudos indicam que se você incluir mulheres na equipe, ela tende a ser mais produtiva e bem sucedida. Uma das razões é porque as mulheres tendem a ser aptas a fazer questionamentos com mais facilidade. Elas olham para um problema e pensam ‘Ah, aqui está uma nova forma de pensar sobre isso’. Agindo dessa forma, o resultado é mais criativo”, conclui.

Quando estiver com um projeto emperrado, tende observar sua ideia com uma perspectiva externa. Mais do que isso, abra-se para a possibilidade de outra pessoa avaliar o seu projeto e tentar apontar uma solução que talvez você ainda não tenha imaginado. Questionar-se é sempre a melhor forma de encontrar boas soluções.

Fotos: Shutterstock e Reprodução/dayolawson.com

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close