Saiba o que anda atrapalhando seu sono e sua produtividade

Saiba o que anda atrapalhando seu sono e sua produtividade

Foco no trabalho, preocupação com os filhos, problemas em casa, as compras do mês que ficaram por fazer, ufa! Haja fôlego para dar conta de tudo, mas costuma ser basicamente assim todos os dias, não é? Bom, e para dar conta de todo esse pique sem perder o equilíbrio e a produtividade, você tem dormido o suficiente?

Nem todo mundo leva muito a sério essa história de repor as energias. Além disso, o ritmo acelerado acaba motivando as pessoas a acrescentarem cada vez mais tarefas para o dia-a-dia. E ainda assim o sono fica em segundo plano, dá para entender?

Aquela sensação ruim de acordar depois de uma noite de sono picado, de rolar na cama por um bom tempo até finalmente conseguir pegar no sono, tudo isso incomoda, mas muitas vezes a gente acaba deixando para lá. O grande problema é que a falta de sono pode desencadear uma série de complicações para a saúde, como diabetes, depressão, obesidade e doenças cardiovasculares.

E como nós do Finanças Femininas não queremos nossas leitoras trabalhando e levando a vida feito “zumbis”, eis alguns fatores que certamente devem estar interferindo no seu precioso sono!

A parafernália tecnológica

Imagine o quarto de sua avó quando ela era bem jovem. Bom, podemos supor que tinha uma cama, um armário, talvez uma mesinha de cabeceira e não muito mais do que isso, correto? Agora dê uma olhada no seu quarto. Além desses itens é bem provável que você tenha uma TV, um notebook, um tablet, seu smartphone…

Em um primeiro olhar você pode simplesmente achar que isso é natural, que você só está acompanhando as inovações tecnológicas. Ok, porém o que passa despercebido é o efeito que todos esses aparelhos tem no momento em que você deveria estar desligando os motores para acordar bem no dia seguinte.

Um estudo nacional feito pela Fundação do Sono, no Reino Unido, apontou que 63% dos entrevistados não dormem tanto quanto gostariam. Agora veja outros dados interessantes: 60% dos entrevistados de 13 a 64 anos tem problemas para dormir e 95% dos entrevistados usam algum aparelho eletrônico uma hora antes de dormir.

saiba o que afeta seu sono e sua produtividade

A correlação entre o uso de eletrônicos e a falta de sono

Se você duvida que seu celular, computador ou TV podem interferir na qualidade do seu sono, o estudo explica exatamente como as coisas estão correlacionadas.

Durante a noite o nosso corpo produz um hormônio chamado melatonina, responsável por sinalizar o corpo sobre o momento de desacelerar as atividades e preparar-se para o sono. A produção deste hormônio, no entanto, está condicionada a ambientes com baixa luminosidade. Ou seja, quanto mais fraca a luz, mais fácil fica para o sono chegar.

O estudo apontou que a emissão de luz das telas de tablets, smartphones, computadores e televisões pode suprimir a produção de melatonina no corpo, o que dificulta a chegada do sono.

A situação dos jovens, de acordo com a pesquisa, parece ser mais grave. Entre os entrevistados com idade entre 18 e 29 anos, 95% dormem com o celular bem ao lado da cama. Além disso, 50% dos entrevistados checam o celular imediatamente após acordarem no meio da noite. É como se as pessoas dormissem em estado de alerta!

Mudando o quadro

Bom, agora que você tem certeza de como os aparatos tecnológicos podem afetar o seu sono, que tal mudar essa situação e dormir tranquila para acordar revigorada e com todo o pique do mundo?

Em vez de tentar dormir com a televisão ligada ou ficar conectada em suas redes sociais até altas horas da noite, experimente a leitura de um bom livro, escute uma música tranquila ou retome o hábito de escrever diários. Os conselhos também fazem parte do estudo, ou seja, é palavra de quem entende!

 

E você, o que costuma fazer para ter uma noite de sono tranquilo? 

 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

karinaalves

Karina Alves

Jornalista e editora de conteúdo do Finanças Femininas. Já trabalhou em jornais impressos, online, rádio e com produção. Tem fascínio pela junção entre economia e psicologia, procura explorar cada vez mais esse universo e busca usar esse aprendizado para ajudar as pessoas a levarem uma vida financeira mais saudável! Contato pelo karina@financasfemininas.com.br

close