Tesouro Direto: em qual título cabe o seu sonho?

Tesouro Direto: em qual título cabe o seu sonho?

Para escolher um título do Tesouro Direito é preciso tomar algumas decisões: prefere pré ou pós-fixado, atrelado ao IPCA ou à Selic? Para qual data de vencimento? Mas para fazer a melhor escolha é preciso voltar um passo e começar com outra pergunta, mais urgente do que essas: qual é o seu sonho?

O ponto de partida para escolher um investimento é definir para que você irá guardar esse dinheiro, qual o seu objetivo, explica a economista Myrian Lund, professora dos MBAs da FGV. Você pretende fazer uma viagem? Comprar uma casa? Está poupando para garantir um futuro tranquilo?

Colocar um horizonte claro para os seus esforços é útil para a difícil tarefa de poupar, além de evitar que você perca dinheiro com mudanças de planos. Myrian explica que, no geral, trocas de investimentos não são bons negócios, devido, por exemplo, à tributação do Imposto de Renda, que varia de 22,5% para aplicações até 180 dias e 15% para mais de 720 dias.

“O ideal é que você pesquise, escolha o investimento a partir dos seus sonhos e se mantenha nele. Quanto menos mudar, melhor”, explica. Por isso, o processo de decisão deve sempre começar com uma boa dose reflexão e pesquisa.

tesouro_direto_sonho_interna
Títulos e sonhos

Todo investimento oferecido no mercado tem suas especificidades. As taxas cobradas variam, alguns têm mais liquidez, ou seja, é mais fácil resgatar o dinheiro se você precisar, outros apresentam melhores rendimentos apenas se você permanecer investindo por bastante tempo.

Cada um deles, portanto, é mais adequado para uma finalidade. Hoje, são ofertadas três categorias de títulos pelo Tesouro Direto. Entender o que cada um deles oferece e qual melhor se encaixa nos seus planos,  permite-lhe fazer uma escolha consciente e segura para alcançar o seu sonho.

Leitura complementar

Investimento para iniciantes

Investimento para iniciantes

Ver mais

– Sonhos de curto prazo: se em um ou dois anos você planeja fazer uma viagem, pós-graduação ou reformar a casa, por exemplo, um bom título para o seu caso é o indexado à Taxa Selic. É um investimento pós-fixado, ou seja, acompanha o cenário econômico, e o resgate pode ser feito de forma antecipada, sem surpresas no caminho.

– Sonhos de médio prazo: se entre dois e cinco anos anos, você planeja se casar, comprar um carro ou uma casa, você pode variar os seus investimento entre títulos prefixados e indexados à Taxa Selic, por exemplo. No primeiro, você sabe exatamente o valor que ganhará no final, já o segundo é um investimento pós-fixado e, por isso, acompanha o cenário econômico. Nesse caso, é importante diversificar e colocar apenas uma parte do dinheiro nos prefixados. Para entender melhor a diferença entre pré e pós-fixados, clique aqui.

– Sonhos de longo prazo: se você está poupando para a aposentadoria e, portanto, pensando mais de cinco anos à frente, o título pós-fixado indexado ao IPCA pode ser a melhor opção. Como ele garante ganhos acima da inflação, você consegue, principalmente, manter o seu poder de compra ao longo do tempo. Nesse caso, é possível escolher também entre receber juros semestrais pelo investimento ou ter retorno apenas no final, para alcançar maior rentabilidade.

Para te ajudar a escolher, o site do Tesouro Direto disponibiliza um teste bem simples. Nele, você responde a algumas perguntas rápidas sobre o seu objetivo ao poupar dinheiro e é orientada sobre os melhores investimentos a escolher.

>> Para ler mais e se aprofundar neste tipo de investimento, baixe gratuitamente o e-book Guia Fácil do Tesouro Direto!

 

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close