Três histórias inspiradoras para te ajudar a economizar

Três histórias inspiradoras para te ajudar a economizar

Sabemos que temos que economizar para conseguir atingir todos os nossos objetivos (ok, ok!!). Também sabemos que quando atingirmos nosso objetivo teremos uma sensação maravilhosa (ok, ok!!). Mas e nesse meio tempo como resistir aos galanteios do consumo? Você é do time que toda vez que resolve guardar dinheiro, o shopping entra em liquidação ou a loja que você adora faz um bazar com peças de até 90% de desconto? Ó perdição! Bem vinda ao clube. Essa é a principal dificuldade de quem quer economizar sem perder a cabeça…

Conheça as histórias de três mulheres que economizam de um jeito gostoso e podem te ajudar nesse momento como inspiração! Os nomes delas foram alterados, para proteger a sua privacidade.

Emily S, 25 anos: “Estou economizando porque quero fazer um mochilão pela Europa. Como ainda estudo e faço estágio, a grana é curta e me sobra pouco para curtir. Por sorte a minha cidade (São Paulo) tem várias opções de baladas, teatros e cinema, que agradam todos os gostos. Isso é ótimo! Toda semana compro o jornal ou então recolho uma revistinha que é distribuída em centros culturais de graça e vejo o que vai ter na semana. Escolho sempre os programas gratuitos e convido meus amigos que também estão com pouca grana. Antes de sair de casa, como alguma coisa e na minha bolsa sempre tem uma garrafa de água e uma barrinha de cereal, pra evitar gastar na rua. Assim saio, me divirto e gasto pouco!” 

Mariana M, de 37 anos: “Eu tenho um objetivo final que é comprar meu apartamento. Estou guardando o máximo que eu consigo para ter o dinheiro de entrada, mas também tenho que viver. Desse jeito, não posso nem pensar em sair gastando por aí. Tenho que ser muito organizada e fiel ao meu sonho. Como tenho renda fixa, assim que recebo meu salário separo em partes fixas. Uma parte é para pagar as contas fixas de casa – água, luz, telefone, supermercado. Outra parte vai para a poupança do meu futuro apartamento. Eu coloco numa poupança e esqueço dessa parte. A terceira parte é que todo mês eu guardo R$ 300 para eu gastar com lazer ou com roupas. A quantia é baixa, mas dá pra eu me divertir bem baratinho e ainda comprar alguma coisinha pra mim”.

Rita M, de 45 anos: “Além de ser separada e meu marido não me ajudar em nada, tenho dois filhos com idades diferentes – 8 e 14. Como estão em fases diferentes, tenho muita dificuldade em agradar os dois. Eles adoram ir em restaurantes diferentes e, como são meninos, comem muito! Não é sempre que a gente consegue ir jantar fora, porque sai muito caro. Mas isso desenvolveu um lado muito bom meu: cozinhar. Como eu gosto de agradá-los, pergunto o que eles querem comer (mesmo que seja um prato requintado) e procuro receitas na internet. O meu único luxo é de vez em quando comprar comidinhas mais caras, só que eu preparo em casa – sem ter que pagar a conta do restaurante e a taxa de serviço. Meus meninos me ajudam na decoração da mesa, enquanto preparo tudo. Sentamos nós três na mesa e nos divertimos. Eu fico perto deles e eles comem o que tem vontade, gastando pouco.”

O segredo do negócio
Vivemos numa sociedade consumista, não dá pra fugir 100% das compras e fos gastos. O processo de não fazer a mesma coisa que a massa é difícil, porém não é impossível. Para se manter focada, sempre lembre do que quer e os objetivos que vai conquistar. Se preciso, cole na porta do armário ou na mesa do trabalho (como adolescente!) uma imagem que te remeta ao seu sonho. Sempre que pensar em desistir, de uma espiadinha e retome as rédeas. Busque no seu interior o que o ato de comprar representa em você. Procure os significados em tudo que faz, assim vai se encontrando de uma maneira diferente e tudo vai dar certo.    

Você tem uma história para contar? Mande um e-mail para faleconosco@fincancasfemininas.com.br e sua história pode ser destaque da nossa próxima matéria.

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

carolinaruhman

carolinaruhman

Fundadora e CEO do site, coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015). É também palestrante sobre finanças para mulheres e empreendedorismo feminino e palestrou no TEDxSP

close