Vai se separar? Veja as vantagens da Mediação!

Vai se separar? Veja as vantagens da Mediação!

Enfrentar um divórcio litigioso é algo que deixa marcas eternas no ex-casal e, pior ainda, nos filhos. As meninas do ISeparei falam hoje sobre a alternativa da Mediação.

Não casamos para separar, mas infelizmente alguns casamentos não duram para sempre!  A triste realidade é que em muitos países quase 50% dos casamentos terminam em divórcio.

Com o fim da união, iniciam-se as disputas pela guarda dos filhos, pelos bens materiais, pela pensão alimentícia…E quando você menos espera, está em pé de guerra com o ex. E o filho que nada tem a ver com essa história, está no meio da confusão e é sempre o mais prejudicado pela briga entre seus pais.

O processo de divórcio leva grande parte dos casais a partir para uma briga judicial, onde cada um contrata um advogado, é um processo longo e custoso. Nessa briga litigiosa, quase sempre uma das partes ganha e a outra perde, levando a destruição total da relação do casal. O ideal é que mesmo após a separação, o casal mantenha o respeito mútuo e boa relação, especialmente quando há filhos envolvidos, já que terão que conviver e  tomar decisões conjuntas sobre a criação deles. Por isso a Mediação é uma ótima alternativa para realização de um divórcio mais amigável e condutivo a uma futura relação cooperativa entre os pais.

Continue a ler a matéria na próxima página!

De acordo com o CNJ( conselho Nacional de Justiça), Mediação é uma forma de solução de conflitos na qual uma terceira pessoa, neutra e imparcial, facilita o diálogo entre as partes, para que elas construam, com autonomia e solidariedade, a melhor solução para o problema. Em regra, é utilizada em conflitos complexos, não tem um prazo definido, e pode terminar ou não em acordo, pois as partes têm autonomia para buscar soluções que compatibilizem seus interesses e necessidades.

mediacao-casal

Durante as sessões, pode-se regulamentar a guarda dos filhos, as visitas, divisão de bens e qual a disponibilidade financeira de cada um para arcar com as despesas dos filhos. As partes podem estar ou não acompanhadas por seu advogado e o que foi acordado tem validação judicial.

A escolha pela Mediação para concretizar o divórcio está em amplo crescimento, pois foi comprovado que a relação do ex casal após a Mediação tende a continuar amigável e respeitosa, ao contrário de uma briga judicial. Além disso, é um processo muito mais rápido e barato.

Ficou com alguma dúvida? Escreva para gente! iseparei@gmail.com

A empresária Thais Mucher e a advogada Dra Eugênia Zarenczanski conversam diretamente com mulheres que estão passando pelo fim de um relacionamento. Além de dicas e reflexões que dão apoio emocional e conforto psicológico, trazem também conselhos legais para auxiliar de forma prática.

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Então clique aqui e assine a nossa newsletter!

 

Este conteúdo foi útil para você?

iseparei

iseparei

Vida que segue

close