Vai trocar um presente? Confira as dicas

Vai trocar um presente? Confira as dicas

Em meio a tantos presentes de fim de ano, é bastante comum receber algum que não agradou. Por isso, neste período, as lojas ficam cheias de gente querendo trocar itens que não deram certo. Se você está nessa situação, confira as dicas para não se atrapalhar com as trocas e garantir um bom negócio.

1) Produto sem defeito: fique atenta às condições de troca
Não gostou da cor? O tamanho não ficou bom? Você já tem uma roupa parecida? Ao contrário do que muita gente pensa, o Código de Defesa do Consumidor (CDC) não obriga o estabelecimento a trocar um produto sem defeito. Se o item estiver em perfeitas condições de uso, portanto, a loja pode se negar a fazer a substituição – embora a maioria delas ofereça essa opção para manter o bom relacionamento com o cliente.

Para não ter surpresas, o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) orienta que a consumidora se informe sobre a política de trocas da loja. Como a substituição é facultativa, é importante ficar de olho nas condições colocadas pelo estabelecimento, como prazo especificado, necessidade de o produto estar na caixa ou com etiqueta e se o item só pode ser substituído por outro do mesmo setor da loja.

2) Produto com defeito: loja é obrigada a reparar o dano
Se o produto que você ganhou vier com defeito, a empresa é obrigada a realizar a troca. Caso seja um item considerado essencial – como alimentos, remédios, fogão ou geladeira – a substituição deve ser imediata. No restante dos casos, o estabelecimento tem até 30 dias para realizar a troca. Por proteção, é interessante registrar todo o contato realizado com o fornecedor nesse processo.

Se o prazo não for obedecido, o CDC estabelece que a consumidora pode escolher entre trocar o produto por outro do mesmo tipo, receber o valor integral do item em dinheiro ou optar pelo abatimento proporcional do preço. Para saber mais sobre os seus direitos na hora das compras, confira esta cartilha do Idec.

troca_de_presente_interna

3) Cuidado com os gastos extras
Muitas lojas oferecem a opção de troca para fidelizar o cliente e também como uma estratégia para vender outros produtos. Por isso, é preciso prestar muita atenção para não acabar gastando mais do que o esperado na hora de realizar a troca.

Fique atenta a quanto vale o produto que ganhou, para não se confundir e acabar precisando colocar um valor alto para “inteirar” a troca. É fundamental também considerar o seu orçamento antes de optar por levar novos produtos para casa. Aqui valem todas as dicas para evitar as compras por impulso: considerar quanto pode gastar, se afastar da loja por um tempo para avaliar se realmente deseja aquele item e também refletir sobre os produtos que já tem, para ponderar a necessidade da nova aquisição.

 

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close