Vale a pena comprar um imóvel compacto?

Vale a pena comprar um imóvel compacto?

Pense bem nas últimas propagandas e anúncios que você viu sobre o imóveis. É bem provável que você tenha lembrado de pelo menos um deles sobre a nova tendência do momento: os compactos!

São imóveis minúsculos, as vezes com menos de 30 m², mas o preço não costuma ser tão compacto…o que temos visto recentemente é que, quanto menor, mais caro. Recentemente, o mercado ficou surpreso com o lançamento de um microapartamento, com 19 m², avaliado em quase R$ 300 mil. Uma das justificativas para o preço salgado? A localização em um dos bairros mais nobres de São Paulo. Além dos argumentos da “nova tendência”, “novo conceito de moradia”, o local privilegiado vem como embasamento para justificar o preço elevado.

Sendo assim, investir em um apartamento compacto, seja para a própria moradia ou para aluguel, requer uma análise mais profunda. Antes de tomar a decisão motivada pela euforia do mercado, faça algumas ponderações.

Investimento

Em praticamente todas as capitais brasileiras o preço dos imóveis está valorizado, é um período de boom para o setor. Como os compactos são a nova moda (assim como já foram as casas em condomínios afastados e os flats), os preços de apartamentos de um quarto costumam ser mais altos do que aqueles de dois dormitórios.

Antes de fechar negócio, faça uma simulação com o dinheiro que você teria que desembolsar em uma aplicação conservadora no banco. Vamos supor que você consiga ter um retorno de R$ 5 mil por mês com o dinheiro aplicado no banco. Se o seu investimento no apartamento for para aluguel, o locatário deverá estar disposto a pagar esse valor por mês para que a sua aplicação valha mais a pena que manter o dinheiro no banco.

É bem provável que você encontre alguém disposto a pagar um valor excessivamente alto por mês, já que estamos falando de um compacto! Então faça uma pesquisa de mercado para saber o quanto poderia ser cobrado de aluguel e o valor que o imóvel iria lhe custar.

Se você tem planos de comprar um compacto para morar, avalie se o imóvel pequeno realmente condiz com o seu perfil. Você certamente gastará menos dinheiro para mobiliá-lo, mas por agora terá que fazer uma vasta pesquisa se quiser comprá-lo por um valor mais baixo do que um apartamento de dois quartos.

Coloque na ponta do lápis os fatores que podem fazer com que o apartamento valorize ou caia de preço ao longo do tempo. Por mais que você não compre com a intenção de revendê-lo, a moradia é um investimento. De repente daqui a um ano ou dois você precise de um local maior, portanto é importante que você não perca dinheiro neste investimento.

 

E então, já sabe qual o tamanho do imóvel que pretende comprar?

 

 

 

Este conteúdo foi útil para você?

Financas Femininas

Finanças Femininas

Sua independência financeira depende de você, com uma ajudinha nossa.

close