Vou viajar para os EUA, e agora?

Vou viajar para os EUA, e agora?

Quem tem viagem para o exterior agendada está na maior aflição com a disparada do dólar. Hoje, a Júlia do Economoda dá algumas dicas de como programar a viagem no contexto em que estamos.

Meninas, a coluna de hoje trata de uma assunto que está deixando meus cabelos em pé, rs! O dólar subindo a cada dia e tenho uma viagem marcada para os Estados Unidos a curto prazo. Como lidar, né? O mais importante é se planejar, seja para compras, passeios e compra de moeda.

Abaixo seguem algumas dicas que tenho usado para aplicar na minha viagem no final de março:

Compras – ainda muitas coisas valem a pena serem compradas nos EUA, principalmente se você irá a outlets nessas cidades que visitará. Porém nem sempre uma visita a um outlet está nos planos de viagem – meu caso que irei a NYC e não terei dia para ir ao outlet. Nesse caso, a compra de roupas em lojas de fast fashion com o dólar a R$ 3,00 não está valendo a pena.Comparei lojas que existem lá fora e aqui, e modelos de roupas parecidos, e os preços estão muito similares.

Cosméticos de marcas um pouco mais caras como Shiseido, mesmo com o real desvalorizado ainda valem a pena ao contrário de marcas populares como Maybelline, que os preços estão bem parecidos. No resumo rs, por mais que dê  trabalho, tente se planejar quanto ao que deseja comprar, entre em sites internacionais e brasileiros e compare tudo! Isso irá ajuda-la a economizar e não gastar dinheiro sem necessidade!

Além disso, se tiver a possibilidade, faça compras online dos produtos que já sabe que gostaria de comprar e peça para entregar no hotel/local que irá se hospedar. Isso irá poupar seu tempo e também impede aquelas compras por impulso que fazemos quando enlouquecemos nas lojas !

compras_internet Passeios – analise as cidades que você irá e os passeios que terão custos. Muitos desses passeios, quase que a maioria, podem ser pagos com antecedência pela internet, o que faz que você possa ir comprando passeio a passeio e dividindo os custos nos meses que antecedem a viagem. Ou ainda, se não quiser gastar com IOF no cartão de crédito (6,38%) , se programe quanto aos custos, e guarde o valor desses passeios em uma “poupança viagem”. Assim quando você voltar, não sofrerá com uma conta enorme no cartão de crédito e ainda pode chegar em casa com as contas todas pagas!

Compra de Moeda – existem algumas estratégias a serem analisadas para você levar dólar para os EUA ou ainda pagar em cartão de crédito. Caso optar por levar moeda você pode ir comprando aos poucos para minimizar o custo da flutuação da moeda. Você compra com o câmbio do dia e tem somente o impacto de IOF de 0.38%, mas a parte ruim é ficar carregando uma quantidade de moeda em dinheiro vivo. Se optar por cartão pré pago ( antigamente era a melhor opção, na minha opinião) a cotação é do dia também porém o IOF é de 6,38%. A parte boa é que se o cartão for roubado ou perdido, você não irá perder esse valor.

Já o cartão de crédito, que considero a pior opção, o IOF é de 6,38% e você fica sujeito a cotação do dia de fechamento do cartão. Ou seja, o dólar do dia da compra pode ser menor que o do dia do fechamento do cartão. Ou seja amigas, viajar nesse momento para os EUA exige um planejamento com antecedência! E nesse momento, a máxima do “quem converte não se diverte” pode se transformar em uma grande dor de cabeça no retorno das férias! No mais, boa viagem!

* Acompanhe também o blog Economoda 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

Dúvidas enviadas através desse formulário não serão respondidas individualmente por e-mail.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Julia Campos

Julia Campos

Economoda

close