Women’s Forum Brazil 2014 promove as novas lideranças femininas

Women’s Forum Brazil 2014 promove as novas lideranças femininas

Finanças Femininas participou neste ano pela segunda vez da edição brasileira do Women’s Forum. O evento, que visa discutir as formas de gerar crescimento global com a participação de homens e mulheres e para o benefício de todos, teve neste ano um foco interessantíssimo não apenas no papel da mulher no mercado de trabalho e na sociedade, mas nos instrumentos diretos e práticos para ajudá-las a crescer.

A CEO do Women’s Forum for the Economy and Society, Jacqueline Franjou, defendeu a importância de celebrar as novas lideranças femininas e “investir nas meninas, em sua educação, na sua saúde e no acesso igualitário ao credito para as mulheres empreendedoras, de modo que possamos incentivá-las a se tornarem empreendedoras, promovê-las dentro das corporações e protegê-las no mundo inteiro”.

De acordo com Julie Katzman, vice-presidente executiva do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), “sociedades sem barreiras entre os gêneros são mais prósperas”. E como chegar lá então? Ela citou um estudo que perguntou para as mulheres quais eram seus principais desafios. Em primeiro lugar veio o medo do fracasso e o segundo o desafio entre carreira e família. “Ou seja, nossos maiores desafios são nós mesmas”, afirmou. Julie defendeu a necessidade de haver mais exemplos femininos na política e nos negócios “para mostrar que é possível e que é divertido”.

women's forum brazil 2014

A situação atual do Brasil também foi discutida pela presidente da Esmaltec e uma das maiores empresárias do Nordeste, Annette Yvonne de Castro. “Vejo muita força nas mulheres brasileiras. Vejo o Brasil cheio de talentos. É um país lindo, cheio de talentos. Precisamos de mais justiça e equilíbrio. Sofro com o nordeste, com problemas de educação, com problemas de falta de compromisso e precisamos mudar para aproveitar o potencial que temos no Brasil”, afirmou sob aplausos da plateia.

A discussão girou em torno de temas como a preparação para empreendedoras levantarem capital, como construir a sua marca e a importância de montar um conselho nas empresas. A importância deste tipo de evento é enorme: além do conteúdo rico dos paineis, trata-se também de uma excelente oportunidade para fazer networking – uma atividade que é deixada de lado por muitas mulheres, em meio a tantas prioridades. “A mulher tem que saber fazer networking, pois o não ela já tem”, defendeu Sônia Hess, presidente da Dudalina.

Finanças Femininas acredita que é fundamental empoderar a mulher e foi um parceiro de mídia do Women’s Forum Brazil 2014.

Este conteúdo foi útil para você?

carolinaruhman

carolinaruhman

Fundadora e CEO do site, coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015). É também palestrante sobre finanças para mulheres e empreendedorismo feminino e palestrou no TEDxSP

close