10 modelos para pedir contatos no LinkedIn

10 modelos para pedir contatos no LinkedIn

Tente lembrar-se quantas vezes já ignorou o seguinte email em sua caixa de entrada: “Gostaria de adiciona-lo à minha rede profissional no LinkedIn”. Não dá nem para recordar quantas vezes essa notificação já foi direto para a lixeira, não é verdade? O LinkedIn já ganhou popularidade e pode ser um meio interessante de conseguir um bom contato profissional.

Em tempos de crise econômica e receio de desemprego, ter um bom networking é uma grande vantagem competitiva, portanto, vale a pena investir um pouco mais de tempo na elaboração/atualização de seu perfil, para que ele também não seja ignorado por seus contatos! O professor de RH, Gestão de Pessoas, Liderança e Coaching Executivo da IBE-FGV, Vagner Sandoval, destaca que existem pessoas com uma rede com mais de mil contatos, mas que não funciona quando necessário.

“Quando falamos em qualidade, o primeiro passo é abolir/não usar as mensagens padrões sugeridas pelo programa para convidar um novo contato, por exemplo. Por quê? O convite fica ‘mecanizado’ e assume uma forma totalmente impessoal. Geralmente este convite padrão passa a mensagem de que sua vida é corrida demais e que não é possível gastar tempo escrevendo um convite personalizado. A recíproca tenderá a ser verdadeira por parte do receptor: ele pode até te adicionar, porém ele pode vir a não investir o tempo dele quando você acioná-lo solicitando algo”, orienta.

Você também pode gostar:
Os 10 erros mais comuns cometidos no primeiro emprego
Você sabe lidar com pressão no trabalho?
4 passos para tornar o ambiente de trabalho mais produtivo

Inspiradas pelo site The Muse, nós hoje trazemos alguns exemplos de apresentações que podem ser feitas no LinkedIn para atrair a atenção de quem você deseja adicionar em sua rede.

Para uma colega

Todo mundo gosta de perceber o reconhecimento alheio sobre seu próprio trabalho. Nada melhor do que mencionar algo a respeito do desempenho deste colega ou mesmo sobre algum projeto que ele estiver desenvolvendo. Isso pode ser interessante para conseguir o apreço desta pessoa quando precisar de uma recomendação, por exemplo.

“Oi, Luísa!
Apesar de nunca ter trabalhado com você diretamente, eu já ouvi muito sobre suas técnicas de venda e soube que você tem muita habilidade com clientes difíceis. Quem sabe um dia desses posso te ver em ação.
Abraços!
Martha”

Um novo colega de trabalho

Você é nova em uma empresa e quer interagir com os colegas e incorporar a cultura da corporação o quanto antes. É claro que inicialmente o contato será um pouco mais superficial, afinal, você precisará de tempo para conviver com as pessoas e criar suas relações. A dica é ser reservada, porém sem deixar de ser gentil.

“Prezado Marcos,
estou muito satisfeita em integrar a equipe de marketing. A inovação da equipe e o comprometimento em sempre buscar as melhores soluções para impulsionar os resultados da empresa são os motivos que me encaixam neste trabalho. Espero poder contribuir,
Atenciosamente,
Tereza”

Um antigo colega de trabalho

Você soube que aquele cara que trabalhava ao seu lado há quatro anos, está agora em um cargo sênior em outra companhia ainda mais interessante. O problema é que já faz muito tempo que vocês não se falam, em grandes empresas há muita rotatividade e muita gente para ser lembrada, portanto, é preciso deixar claro exatamente quem você é.

“Oi, Pedro!
Foi um prazer enorme trabalhar contigo entre 2009 e 2011. Lembro que você tinha excelentes habilidades em resolver problemas nos computadores do escritório. Imagina se ainda hoje tivéssemos que lidar com máquinas lentas como as que usávamos naquela época? Se você tiver disponibilidade, eu adoraria saber mais sobre essa nova função que você exerce na IBM. 
Sucesso para você!
Telma”

buscar-contatos-linkedIn

Alguém que conheceu por acaso

Em um happy hour com os colegas você foi apresentada à Joana, namorada do Pedro, seu novo colega do setor de TI. Joana trabalha com moda, um segmento que você sempre teve interesse em conhecer melhor, mas ainda não foi atrás da oportunidade. Na ocasião, vocês conversaram pouco sobre carreira, mas o contato com ela pode ser uma boa oportunidade de conhecer um novo universo. Faça uma apresentação mais informal, mas deixe claro seu interesse em ter uma nova conversa, dessa vez com o foco na profissão.

“Olá, Joana!
Fiquei feliz em te conhecer. Da próxima vez que nos encontrarmos, me conte mais sobre o que você faz na C&A, sempre me interessei pelo mercado de moda.
Grande abraço! 
Paola”

Uma pessoa que conheceu em um evento de trabalho

Feiras, conferências, workshops e demais eventos profissionais são excelentes para conhecermos novas pessoas em nossas áreas de interesse, porém o tempo é muito curto e a atenção precisa ser dividida entre muitas pessoas. Identifique os contatos mais interessantes e dê motivos para que essa pessoa também tenha interesse em lhe conhecer.

“Oi, Carlos!
Foi ótimo conversar com você semana passada sobre as tendências da engenharia civil, na Feira Nacional, em São Paulo. O trabalho que você vem desenvolvendo é inovador. Tenho focado meu trabalho em novos projetos com o mesmo foco que você, gostaria de me manter atualizada sobre seus avanços, acho que podemos contribuir muito um com o outro.
Abraços!
Elisa”

 

Uma profissional que você admira

Mandar uma solicitação para uma pessoa desconhecida é sempre algo desafiador, pois são grandes as chances de ser ignorada. Para tentar escapar daquela lista de pessoas que ficam eternamente com uma solicitação pendente, seja bem específica e demonstre conhecimento sobre o que esta pessoa faz. Encare esse contato como uma oportunidade de aprendizado, de repente pode até ser uma porta para que você possa colaborar em algum projeto, mas não cometa a gafe de pedir um emprego para uma pessoa estranha em seu primeiro contato.

“Prezada Luana Frizoli,
estou terminando o último período do curso de Publicidade e tenho muito interesse em trabalhar com criação. Nos últimos anos eu venho acompanhando o trabalho que você vem desenvolvendo junto à DM9 e estou realmente impressionada. Aquela campanha do mês passado para a Johnson & Johnson ficou espetacular, principalmente a ferramenta multimídia que vocês elaboraram. Se você tiver uns 20 minutos, um dia desses eu gostaria de conversar contigo para saber como você começou sua carreira e quais as habilidades você acredita que são mais relevantes para a área.
Atenciosamente,
Paula Ferreira”

evento-trabalho

Algum membro de um grupo do qual você faz parte no LinkedIn

Você participa do grupo “jornalistas de Minas Gerais” no LinkedIn. Com frequência, nota que um colega de profissão (o qual você não conhece pessoalmente) posta textos interessantes e que chamam a sua atenção. O fato de partilharem a mesma profissão já é um bom início.

“Olá, Roberto.
Notei que você sempre escreve com muita propriedade sobre questões relacionadas a direitos humanos e as dificuldades de nosso sistema carcerário. Eu adoraria manter contato e conhecer um pouco mais sobre o seu trabalho.
Atenciosamente,
Sandra”

Uma recrutadora

Fazer contato com recrutadores é sempre fundamental. Seja por um contato em comum, por um grupo que você participa ou mesmo se não houver nenhuma ligação em comum entre vocês. O interessante é mostrar o seu valor e de que forma você pode contribuir com aquela pessoa.

“Olá, Marina Peixoto.
Encontrei o seu perfil na página da Associação Nacional de Relações Públicas e gostaria de discutir possíveis formas de colaboração profissional entre nós. Sou especializada em mídias sociais, tenho seis anos de experiência neste segmento e estou buscando novas oportunidades. Seria ótimo se pudesse lhe falar sobre como meu background poderia se encaixar em uma de suas vagas, bem como ficaria feliz em apresentar você a outros profissionais em minha área.
Atenciosamente,
Carla Marlone”

Uma pessoa recém-formada

O perfil de uma pessoa jovem, formada em uma instituição renomada e com uma carreira promissora na mesma área de interesse em que você pode ser um contato interessante. Não só para conseguir uma boa oportunidade para si mesma, mas também para descobrir um potencial talento que possa trabalhar contigo.

“Olá, Diogo Palhares!
Notei que você formou-se na mesma universidade que eu, a UFMG sempre foi excelente na formação de profissionais do nosso segmento. Sou engenheira mecatrônica e fiquei muito interessada no projeto que você desenvolveu na conclusão do curso. Estarei em Belo Horizonte na próxima semana, se tiver tempo para um cafezinho podemos conversar.”
Atenciosamente,
Juliana Pinheiro”

Alguém com quem você deseja trabalhar

Você pode estar desenvolvendo um projeto no qual precisa do auxílio de um profissional de outra área. Um desenvolvedor de sites para criar uma loja virtual para você, uma profissional de mídias sociais para gerenciar sua marca, entre outros exemplos. O ideal é que você seja bem objetiva, caso a pessoa não demonstre interesse, você pode partir para outro contato.

“Olá, Marcela.
Gostei muito da estratégia de marketing que você desenvolveu para a pizzaria Allora. Estou desenvolvendo um projeto novo em minha empresa e preciso do auxílio de uma profissional com uma experiência como a sua. Se tiver interesse, entre em contato para falarmos sobre valores, datas, escopos, etc. 
Atenciosamente, 
Aline”

O professor Vagner Sandoval reforça ainda que para fortalecer o networking com pessoas mais distantes é preciso manter o relacionamento ativo. “Existem pessoas que passam anos sem contatar os seus contatos e só o fazem quando, por exemplo, ficam desempregados e pedem ajuda para se recolocar. Qual a chance de sucesso, ou seja, do seu contato se movimentar a seu favor neste cenário? Praticamente zero. Possivelmente a pessoa ainda ganhará o rótulo de “interesseira”. Sendo assim, “visite” seus contatos de forma frequente (pelo menos os mais estratégicos), seja através do convite para fazer parte de um novo grupo, através do compartilhamento de vagas ou mesmo através de mensagens dedicadas, tais como perguntas sobre como está o mercado que a pessoa atua!”, finaliza.

Crédito das fotos: Twin Design/Ingvar Bjork/Shutterstock

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

karinaalves

Karina Alves

Jornalista e editora de conteúdo do Finanças Femininas. Já trabalhou em jornais impressos, online, rádio e com produção. Tem fascínio pela junção entre economia e psicologia, procura explorar cada vez mais esse universo e busca usar esse aprendizado para ajudar as pessoas a levarem uma vida financeira mais saudável! Contato pelo karina@financasfemininas.com.br

close