3 conselhos para salvar sua empresa da falência

3 conselhos para salvar sua empresa da falência

Montar um empreendimento e lidar com todos os revezes que podem aparecer no caminho requer sangue frio e muita paciência. Em meio a dificuldades financeiras, é preciso manter a calma para pensar de modo estratégico e não deixar o desespero tomar conta de suas decisões.

Pensando nos tempos difíceis, três grandes empreendedoras deram conselhos para recuperar-se de uma crise em um artigo elaborado pelo pessoal da Levo League. As dicas podem cair como luvas para quem está passando por um momento difícil e precisa encontrar uma solução para o próprio empreendimento.

Você também pode gostar:
O que é preciso para reagir à crise econômica?
Como perder o medo de investir em tempos de crise?
Crise: você foi afetada por ela?

Seja flexível

Ter flexibilidade para mexer nas margens de lucro foi o conselho dado pela designer de moda Rebecca Minkoff. Ao portal Levo, ela contou que quando a crise se agravou, foi preciso reduzir os preços em cerca de 25% para manter a empresa aberta. O corte significou uma série de sacrifícios para o negócio, mas foi necessário fazer isso porque os consumidores não tinham como arcar com preços elevados naquele momento.

O sacrifício valeu a pena, pois a empresa encontrou espaço para crescer. Levou tempo para que a equipe entendesse que o ajuste para preços mais em conta seria a chave para um grande crescimento. Nas últimas temporadas de liquidação dos shoppings de São Paulo, foi possível encontrar jaquetas de grife – antes vendidas por mais de R$ 700 – por R$ 250. Com uma redução tão significativa, o consumidor percebe logo de cara que o lojista estava jogando as margens de lucro nas alturas nos tempos de vacas gordas. Isso afeta a credibilidade da marca junto ao público. Analise seu empreendimento e faça os cortes necessários. Aceitar uma margem de lucro mais modesta neste momento pode te abrir caminhos, assim como aconteceu com Rebecca.

crise-na-empresa

Continue a ler a matéria na próxima página!

Busque aconselhamento

Não pense que nós temos todas as respostas prontas o tempo todo. Se você estiver sentindo-se encurralada e sem saber o que fazer, não tente dar conta de tudo sozinha, é o momento de pedir ajuda. Jesse Draper, criadora do The Valley Girl Show, comentou ao portal Levo que nos períodos em que sentia-se frustrada, ela buscava o apoio de conselheiros e amigos para compartilhar os problemas.

Além disso, é importante ter a presença de uma pessoa que te ajude como mentora ou mentor. A mentoria pode ser a saída para encontrar soluções que parecem impossíveis. Quando não dividimos nossas dificuldades, fica complicado encontrar novas perspectivas diante de situações críticas.

Relembre a sua paixão 

Se o que está te fazendo desistir é o desânimo, é hora de relembrar os seus primeiros passos como empreendedora. Lembre-se do quanto você deu duro para fazer este empreendimento funcionar e a paixão que você tinha quando tomou a decisão de ser empreendedora. Para Jamie Rutenberg, COO do Charm & Chain, a chave é encontrar aquilo que te motiva para atravessar tempos difíceis. Ela acredita que coisas incríveis surgem depois de atravessar dificuldades. Como aprendemos desde cedo, “depois da tempestade, vem a bonança”.

Colocar as situações em perspectiva é um modo de sacudir todo o desânimo que possa estar te prejudicando. Em algumas situações, encerrar a empresa e pensar em outro caminho é a saída mais viável. Mas só opte por este caminho se você já tiver tentado todas as possibilidades para salvar seu empreendimento.

 

Fotos: Shutterstock

 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

karinaalves

Karina Alves

Jornalista e editora de conteúdo do Finanças Femininas. Já trabalhou em jornais impressos, online, rádio e com produção. Tem fascínio pela junção entre economia e psicologia, procura explorar cada vez mais esse universo e busca usar esse aprendizado para ajudar as pessoas a levarem uma vida financeira mais saudável! Contato pelo karina@financasfemininas.com.br

close