3 passos para diminuir os gastos com cartão de crédito

3 passos para diminuir os gastos com cartão de crédito

Quando conseguimos quitar uma dívida, a última coisa que queremos é ficar no vermelho novamente, não é verdade? A primeira meta que traçamos neste momento é reduzir os gastos com o cartão de crédito. O problema é que essa convicção pode passar com poucas semanas e logo a fatura voltar a vir nas alturas.

Para que essa meta de redução torne-se realidade, o melhor é buscar uma estratégia para fazer isso funcionar. É melhor do que tentar aleatoriamente reduzir a quantidade de dinheiro gasto. Para te ajudar neste sentido, vamos indicar alguns passos para reduzir o limite do seu cartão de crédito.

1) Acabe com as faturas

Tem parcelamentos ainda pendentes para os próximos meses? Procure pagar tudo o que puder o quanto antes e não use o cartão novamente para mais nada, é uma forma de “restaurar” seu crédito ao limite máximo. É importante fazer isso para que o banco não coloque empecilhos na hora de acatar seu pedido para reduzir o limite.

2) Defina um novo limite

Está em dúvida sobre como deve reajustar seu novo limite? Então é melhor fazer um simulado, assim você evita que o banco reduza demais o limite e acabe te prejudicando. Para ter uma noção do que você realmente precisa, faça um teste e fique um período usando-o somente para situações de emergência. Com base no valor das faturas, você poderá estimar uma média do quanto vai precisar mensalmente para garantir que não vai passar aperto.

Caso não apareça nenhuma situação emergencial neste período, procure fazer uma estimativa para que seu gasto com o cartão de crédito não ultrapasse 15% de sua renda. Pode parecer assustador se você for uma pessoa que faz muito uso do crédito, mas o resultado será recompensador quando você perceber o seu orçamento mais em ordem.

3) Combine um novo limite com o gerente

Para garantir que o novo limite não seja nem mais e nem menos do que você espera, tire um tempo para ir ao banco e tratar sobre esse assunto diretamente com o seu gerente. Assim você detalha a situação para ele e tem maiores chances de conseguir a redução de limite com mais rapidez.

Todos estes passos exigem muita determinação da sua parte, mas é uma forma de você condicionar o seu limite de gastos a um patamar mais conservador, assim você evita o excesso de despesas supérfluas!

 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

karinaalves

Karina Alves

Jornalista e editora de conteúdo do Finanças Femininas. Já trabalhou em jornais impressos, online, rádio e com produção. Tem fascínio pela junção entre economia e psicologia, procura explorar cada vez mais esse universo e busca usar esse aprendizado para ajudar as pessoas a levarem uma vida financeira mais saudável! Contato pelo karina@financasfemininas.com.br

close