5 hábitos financeiros para começar já

5 hábitos financeiros para começar já

Manter bons hábitos financeiros é sinônimo de uma vida mais tranquila.Se o cuidado com o dinheiro passa a ser parte da rotina, dá para separar o que precisamos para o futuro e curtir o presente sem dor e nem peso.

Gastar por impulso, contar com o cheque especial como parte da renda e lidar com as despesas sem planejamento são alguns dos erros que podem deixar a sua conta bancária no vermelho. Se você precisa melhorar a sua situação financeira, é hora de mudar a postura no dia a dia.

Você também pode gostar:
Dinheiro não tira férias
4 perguntas sobre dinheiro que você tem vergonha de fazer
Mais dinheiro resolve seu problema?

1. Não aceite qualquer proposta

Seja no fechamento de um negócio, na definição de salário ou mesmo na negociação de uma compra, nunca aceite a primeira proposta se não achar boa o suficiente para você. Em uma sociedade onde as mulheres ainda ganham menos e têm pouca participação na política e na economia, impor sua voz é um ato importante para o coletivo e também para você em objetivos pessoais.

Estude sobre negociação e faça uso disso para garantir seu progresso, seja em um empreendimento ou trabalhando para alguém.

2. Aprenda a tomar decisões racionais sobre dinheiro

Já falamos aqui sobre como as compras por impulso podem prejudicar o seu planejamento financeiro. Por isso é tão importante aprender a refletir e tomar decisões racionais antes de qualquer compra, sempre pensando nos seus planos futuros e possíveis emergências.

Ou seja, se colocar em primeiro lugar não é atender àquele grito de “eu mereço” quando você vê um sapato em uma vitrine, mas sim respeitar o seu trabalho e saber lidar com seu dinheiro.

hábitos_financeiros

Continue a ler a matéria na próxima página!

3. Não confunda promoções com barganha

Se você não compraria aquela bolsa pelo valor original, porque então surge a necessidade de comprar ao vê-la em promoção? Por mais apelativas e vantajosas que pareçam, nem sempre as promoções são barganhas. Algumas podem até te deixar no prejuízo. Por isso, cuidado para não cair na tentação das vitrines ou anúncios na internet.

4. Organize suas contas de maneira visual

Hoje podemos contar com a ajuda da tecnologia para controlar as finanças. Mas se mesmo assim você estiver com dívidas e tendo que lidar com descontrole de gastos, pode ser necessário mudar o seu método.

Encontre uma maneira de visualizar e resolver o problema “com as próprias mãos”. Organize suas finanças em uma cartolina e use post-its para dividir categorias como “gastos essenciais”, “cartão supérfluos” e “dívidas em atraso”. Se isso não for funcional para você, organize suas despesas visualmente da maneira que for mais prático em seu cotidiano.

5. SEM-PRE guarde dinheiro

Você nunca sabe quais imprevistos podem fazer com que você precise desembolsar algum dinheiro. É importante estar preparada para não precisar recorrer ao cartão de crédito ou cheque especial na hora do aperto.

Também nunca é tarde para pensar no futuro e começar a planejar a aposentadoria!

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter!

Fotos: Shutterstock

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

karinaalves

Karina Alves

Jornalista e editora de conteúdo do Finanças Femininas. Já trabalhou em jornais impressos, online, rádio e com produção. Tem fascínio pela junção entre economia e psicologia, procura explorar cada vez mais esse universo e busca usar esse aprendizado para ajudar as pessoas a levarem uma vida financeira mais saudável! Contato pelo karina@financasfemininas.com.br

close