5 maneiras de soar mais profissional ao telefone (mesmo detestando)

5 maneiras de soar mais profissional ao telefone (mesmo detestando)

Se na vida pessoal há quem faça de tudo para evitar falar ao telefone, na profissional isso apenas se multiplica. Além de ter que encarar a ligação – algo cada vez mais raro em tempos de WhatsApp –, você ainda precisa soar profissional e segura, afinal, sequer poderá contar com a linguagem corporal. Para ajudá-la nesse desafio, reunimos algumas das situações mais embaraçosas que você pode enfrentar ao telefone e como superá-las. As dicas são do site The Everygirl. Confira!

Situação 1: pausas embaraçosas

Solução: abrace as pausas

Elas são desconcertantes em qualquer situação, principalmente porque abrem espaço para que a mente vá longe e você se pergunte o que a pessoa do outro lado da linha está achando de você. O jeito é dominar a cabeça e usar estes momentos a seu favor, aproveitando-os para se recompor. Use esses segundos para recapitular o que você acabou de dizer e pense se deseja adicionar algo. Lembre-se que pausas também podem indicar que o interlocutor está anotando o que você está falando e permita-se fazer suas próprias pausas para pensar no que deseja falar.

Situação 2: você não parece você mesma ao telefone

Solução: ajuste o tom de voz

Pode ser que você seja uma pessoa cheia de energia pessoalmente, mas soe desinteressada ao telefone. Por que isso acontece? A resposta está no tom da sua voz. Talvez, na tentativa de parecer séria, você a deixe mais sóbria, grave e baixa, e isso se refletirá na imagem que o outro formará de você. Para elevar o tom, experimente sorrir enquanto fala e gravar a si mesma quando estiver no telefone – assim, você poderá analisar o que gosta e o que prefere deixar de fazer.

profissional-telefone

Situação 3: perder a linha de raciocínio

Solução: fazer uma lista com tópicos

Antes de fazer ligações importantes, é essencial se preparar. Papel e caneta em mãos – ou seu app ou software favorito –, escreva o que você precisa dizer para que essa ligação seja um sucesso. O segredo é nunca redigir frases completas, senão, você acabará soando robótica. É indicado anotar tópicos e palavras-chave. Conforme a conversa avançar, vá riscando o que você já mencionou. Se a ligação em questão for uma entrevista de emprego, anote quais perguntas você acha que serão feitas e já faça uma lista de tópicos para elaborar uma resposta natural e completa.

Situação 4: tropeçar nas próprias palavras

Solução: use um vocabulário familiar

Para impressionar, a vontade é desenterrar todas aquelas palavras que você só leu em alguns livros – mas nunca usa no dia a dia –, certo? Pode acontecer de, por não estar acostumada a pronunciá-las, a língua acabar enrolando e você gaguejar. Por isso, prefira palavras confortáveis de pronunciar e que façam parte do seu vocabulário cotidiano.

Situação 5: ser pega de surpresa com alguma pergunta

Solução: pratique

Quem nunca esteve ótima em uma ligação e, de repente, surge uma pergunta estranha e te desestabiliza? A única maneira de não ser pega de surpresa é saber bastante sobre o assunto que está sendo abordado. Se estivermos falando de uma entrevista de emprego por telefone, leia listas de perguntas comumente feitas nessas situações e pratique regularmente – no chuveiro, no carro, antes de dormir… Quanto mais você as entende, mais naturais as respostas soarão.

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Ana Paula de Araujo

Repórter, produz o conteúdo multimídia do Finanças Femininas e é fã da Mulher Maravilha. Divide a vida de jornalista com a de musicista e tenta ajudar o máximo de pessoas nas duas profissões.
Fale comigo! :) anapaula@financasfemininas.com.br

close