6 sintomas de estresse no trabalho

6 sintomas de estresse no trabalho

Falta de paciência, nervos à flor da pele, o suor frio que surge assim que você começa a pensar na quantidade de coisas que ainda tem a fazer e não terá tempo suficiente até o fim do expediente. Viver em um ritmo estressante pode trazer consequências irreversíveis para sua saúde, afetar sua vida social e te levar à depressão.

A gente não percebe, mas acaba deixando o estresse tomar conta de nossas vidas aos poucos. Quando nos damos conta do problema e resolvemos tomar uma providência, com certeza já tivemos muitos prejuízos. Recentemente o portal de conteúdo Business Insider elencou uma série de hábitos típicos do estresse. Selecionamos alguns deles para citar aqui. Se você acha que anda estressada, talvez seja possível mudar o rumo das coisas transformando pequenos hábitos.

Cafeína em excesso

Privar-se completamente do prazer de um gostoso cafezinho seria maldade, mas se esse cafezinho acontece várias vezes ao dia, é hora de reduzir o consumo. O excesso de estímulo provocado pela cafeína pode te deixar ansiosa ou no limite.

Desabafos constantes

Quando estamos com um problema, desabafar com uma pessoa amiga pode ser a melhor solução para sentir-se melhor. O problema é quando isso acaba virando um hábito contínuo. Pessoas estressadas costumam manter o foco em seus problemas de tal forma que não conseguem se ver livres daquilo. A chateação passa a ser o único assunto em pauta.

Se a sua intenção é desabafar para sentir alívio, realmente coloque para fora do peito o que está te trazendo angústia, livre-se do peso para que não precise ficar pensando no assunto o tempo todo. Encontre a origem do problema e foque em buscar uma solução para ele, ainda que isso demande uma decisão difícil. Remoer mágoas é gastar tempo andando em círculos.

como acabar com o estresse

Aliviar a tensão comendo “porcaria”

Sentir aquela vontade de comer uma pizza inteira sozinha ou uma panela de brigadeiro é algo que acontece com praticamente todo mundo. O problema é quando essas vontades só surgem quando você está no ápice de seu estresse. Descontar a ansiedade do dia-a-dia na alimentação é um risco.

Se você permitir-se abusar de alimentos não-saudáveis a cada vez que sentir-se tensa, estará prejudicando sua saúde. Caso sua vontade de comer aumente em períodos de tensão, procure descontar essa ansiedade em alimentos saudáveis. Outra dica boa é incluir na dieta comidas/bebidas que te estimulem a diminuir o ritmo, como o suco de maracujá ou o chá de camomila.

Ficar facilmente sobrecarregada

Todo mundo se sente sobrecarregado de tempos em tempos, mas não dá para simplesmente pirar a cada vez isso acontece. Em vez de deixar o coração acelerar e a respiração ficar sufocada ao pensar nas coisas que você precisa fazer ao longo da semana, tire um momento para respirar fundo, acalme-se e faça as coisas de acordo com o seu ritmo. Não há outra solução, você é uma pessoa só e tem os seus limites, então é bom lembrar de respeita-los.

Faça uma coisa de cada vez e vá realizando as tarefas de acordo com a prioridade de cada uma. Fazer várias coisas ao mesmo tempo provavelmente te deixará mais ansiosa e no fim das coisas você deixará tudo pela metade ou mal feito.

Analisar demais as coisas

Será que devia ter dito isso? Será que aquele email ficou informal demais? Será que meu chefe me interpretou mal? Esqueça todas essas perguntas! Para de torturar-se imaginando sempre que não agiu do jeito certo. Esse tipo de postura, além de te deixar cada vez mais insegura, favorece também um quadro de ansiedade.

Não dormir direito

Poucas horas de sono implica em mau humor, falta de concentração e também acaba te levando a recorrer ao café, que já dissemos que não deve ser consumido com abuso. Tem dificuldades para ter uma boa noite de sono? Então dê uma olhada nesses fatores, eles podem estar eliminando algumas horas preciosas da sua noite.

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

karinaalves

Karina Alves

Jornalista e editora de conteúdo do Finanças Femininas. Já trabalhou em jornais impressos, online, rádio e com produção. Tem fascínio pela junção entre economia e psicologia, procura explorar cada vez mais esse universo e busca usar esse aprendizado para ajudar as pessoas a levarem uma vida financeira mais saudável! Contato pelo karina@financasfemininas.com.br

close