7 dicas para conservar o material escolar o ano todo

7 dicas para conservar o material escolar o ano todo

Todo ano é a mesma coisa: você compra o material escolar das crianças e, depois de dois meses, muitos itens já precisarão ser repostos em função de mau uso. Porém, com alguns cuidados simples e muita conversa, é possível virar esse jogo. Especialistas ensinam medidas que os pais podem tomar para conservar o material escolar das crianças e fazê-lo durar o ano todo – e, por que não, render até o ano seguinte.

1. Tenha uma conversa franca

Estabelecer o diálogo com os pequenos é fundamental para que eles entendam a importância de manter os cuidados com o material escolar. Aproveite para dar uma lição de educação financeira, mostrando o valor de cada item. “É válido lembrá-los de que eles são responsáveis pelos materiais e da importância deste cuidado para a preservação do meio ambiente”, diz a orientadora educacional Rosimeire Aparecida Vicente, do Colégio Franciscano Pio XII.

2. Faça um checklist de cuidados

Depois da conversa, defina quais regras a criança terá que cumprir para manter o material bem conservado. Coloque-as em uma lista, que pode ser impressa e colada em um lugar que a criança terá acesso frequente, como a agenda. Algumas das medidas que podem entrar na lista são:

  • Lave e enxugue as mãos antes de manusear o material;
  • Use sempre os dois lados das folhas;
  • Aponte o lápis somente quando necessário;
  • Guarde os cadernos na mochila sempre fechados;
  • Mantenha a mochila organizada;
  • Guarde todos os lápis, canetas, lapiseiras e afins no estojo.

3. Prefira mochilas impermeáveis

Acessórios de pano podem ser mais em conta, mas não protegerão o material em caso de uma chuva forte – ou seja, o barato pode sair caro. Então, desembolse um pouco mais para adquirir uma mochila impermeável, que protegerá os itens escolares das variações climáticas.

conservar-material-escolar

4. Encape livros, cadernos e dicionários

O famoso papel Contact é um verdadeiro salva-vidas para manter estes itens em dia. Isso porque eles evitam que as capas criem orelhas, descasquem ou sujem. A medida pode fazer com que eles durem anos a fio, podendo até ser doados para outras crianças. Aplicá-lo pode ser trabalhoso, mas vale a pena!

5. Etiquete os itens

Cada caneta que seu filho perde é um gasto a mais que você terá ao longo do ano. Colocar seu nome é uma medida simples para que, em caso de perda, o material possa ser encontrado. “Mesmo nomeando todos os materiais, pode ser que a criança o perca, então orientamos que os pais vejam se há um espaço de achados e perdidos na escola”, ensina Vicente.

6. Mantenha o material escolar organizado

Nada de jogar tudo na mochila: cada item precisa ser colocado em seu devido lugar. O mesmo vale para aqueles materiais que ficam em casa. “Aqui, é válido ter um espaço fixo para que elas organizem seus pertences e não os deixem espalhados em qualquer lugar”, aponta a orientadora educacional Cleonice Loureiro Martini, do Colégio Mary Ward.

7. Cuidado com a lancheira

Basta que ela esteja mal fechada para um verdadeiro desastre ocorrer na mochila de seu filho. Na hora de comprar, certifique-se que ela possui boas travas e que é segura.

Fotos: Shutterstock

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Ana Paula de Araujo

Repórter, produz o conteúdo multimídia do Finanças Femininas e é fã da Mulher Maravilha. Divide a vida de jornalista com a de musicista e tenta ajudar o máximo de pessoas nas duas profissões.
Fale comigo! :) anapaula@financasfemininas.com.br

close