7 medidas para tomar se você está sobrecarregada no trabalho

7 medidas para tomar se você está sobrecarregada no trabalho

Demandas não faltam na rotina de trabalho. E, de tarefa em tarefa, o grande desafio pode ser admitir que está sobrecarregada. Mesmo com medo de desapontar colegas ou parecer menos competente perante a chefia, não há dúvidas: essa é a melhor escolha não só para a sua saúde, mas para a própria carreira. Veja a que ficar atenta para perceber que é preciso colocar o pé no freio – e que medidas pode tomar para melhorar esse cenário. As dicas são do The Every Girl.

1) Não entre no jogo do “eu sou tão ocupada”

Apesar de questionável, é verdade: pessoas que acumulam tarefas sem pestanejar são bem vistas no mercado de trabalho. Mesmo sem perceber, então, é comum que acabemos nos sentindo valorizadas por estar nesse barco. Se esse é o seu caso, tenha cuidado: uma rotina dominada por uma lista de tarefas impraticável não é nada sustentável.

Além de fazer com que você fique cansada, irritada e mesmo doente, essa armadilha pode, ainda, diminuir a sua produtividade e prejudicar o seu desempenho.

2) Admita quando não sabe fazer algo

Ninguém sabe fazer tudo. E por mais óbvio que isso possa parecer, no trabalho não é tão simples assim. Para mostrar que estão comprometidas, as pessoas acabam aceitando tarefas que não dominam – e dedicando tempo demais a um mesmo projeto.

Ao se ver em uma situação como essa, não é necessário, necessariamente, negar a proposta do seu chefe. Mas admitindo que não está tão confortável assim, será muito mais fácil pedir ajuda e orientações. Isso poupará seu tempo e garantirá uma entrega com ainda mais qualidade.

3) Permita-se fazer pausas (e desabafar)

Está se sentindo estressada ou desanimada com alguma tarefa? Deixe a sua mesa por alguns minutos. Pare para conversar com um colega em quem confia, ventile as ideias, peça ajuda, desabafe. Você não precisa se sentir menos competente por isso. Depois desses intervalos, acabará voltando para o trabalho com a cabeça mais leve e será mais fácil concentrar-se novamente.

4) Converse com colegas que normalmente não trabalham com você

Passar muito tempo em frente ao mesmo projeto reduz a sua visão. Por isso, quando sentir que está perdendo tempo sem chegar a lugar algum, pode ser muito útil procurar uma nova perspectiva. Um colega de outra área, por exemplo, pode oferecer exatamente as ideias que você precisa para fazer o trabalho deslanchar.

sobrecaregada_trabalho_intenra

5) Pare de aceitar novas tarefas

Por mais que você queira ajudar ou se sinta mal em dizer “não” a pedidos de colega ou superiores, é preciso ter consciência de que “mais” nem sempre é melhor – e, na verdade, isso pode atrapalhar mais do que ajudar.

Se você não tiver a noção do quanto realmente pode fazer sem se sobrecarregar, vai acabar diminuindo a qualidade das suas entregas ou, pior, prejudicando a sua saúde. Então, fique calma: dizer “eu gostaria de ajudar, mas realmente não consigo agora” não é o fim do mundo.

6) Entenda o que é temporário (e o que não é)

Há períodos – durante um projeto especial ou as férias de um colega, por exemplo – em que você realmente precisará trabalhar mais. E tudo bem. O problema é quando aquilo que parecia temporário, na verdade, é absorvido. Vale a pena fazer o exercício de olhar ao redor e ver como está a rotina de trabalho das outras pessoas, se você for a única funcionária sobrecarregada, é sinal de que algo está errado.

7) Encontre soluções (e as mostre para o seu chefe)

Ninguém melhor do que você para avaliar sua rotina de trabalho. Por isso, a partir do momento em que conseguir admitir que não está dando conta, deve tentar encontrar soluções. Muitas vezes é possível resolver isso com os próprios colegas, mas também pode ser interessante procurar o seu chefe.

Isso pode ser amedrontador, claro, pois há um medo inevitável de parecer menos competente. Mas a verdade é que se você apresentar o cenário e também soluções, a conversa terá um clima bem diferente. E lembre-se: defina as suas prioridades na vida e tente dar ao trabalho o espaço que realmente deseja dar.

 

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

marianaribeiro

Mariana Ribeiro

Jornalista com sotaque e alma do interior. Longe das finanças, passa o tempo atrás de música brasileira, rolês baratos e ônibus vazios. Acredita que o mundo seria outro se as pessoas tentassem se ver.
Fale comigo! :) mariana@financasfemininas.com.br

close