7 truques de organização financeira para quem quer morar sozinha

7 truques de organização financeira para quem quer morar sozinha

Junto com a independência vêm as responsabilidades. Morar sozinha é uma delícia, mas quando surge algum problema, você não tem para quem recorrer. Por isso, ter um controle financeiro é essencial: só assim você pode se preparar para os imprevistos que surgem inevitavelmente.

Confira então minhas dicas:

1) Nunca gaste tudo o que ganha

Esta dica parece óbvia, mas são poucos que conseguem segui-la. Se você gastar tudo o que ganha, não consegue formar um fundo de emergências e fica em uma posição extremamente vulnerável: qualquer imprevisto se torna motivo para recorrer a dívidas caras, como o cartão de crédito e cheque especial. Melhor evitar. O ideal é que você consiga guardar 20% do salário todo mês.

2) Deixe seu fundo de emergências aplicado na poupança

A poupança tem liquidez diária e não sofre cobrança de IR – o que quer dizer que seu dinheiro rende um pouquinho por mês, mas você saca ele a hora que quiser e não paga imposto. Depois que tiver guardado (e aplicado) o equivalente a 6 meses de salário na poupança, você pode começar a poupar para outros objetivos e em aplicações com retorno maior. Mas para quem mora sozinha, o fundo de emergências é especialmente importante.

morar_sozinha_carol_interna

3) Cuidado com as compras para a casa

Parece que tudo no supermercado foi feito para casais ou famílias. No entanto, comprar comida em porções menores normalmente acaba saindo mais caro – as “embalagens para solteiros” são sempre mais caras. Melhor comprar as embalagens de tamanho normal e congelar o que der. Do pão e dos frios até carnes e molhos, dá para congelar quase tudo sem perder o sabor. Só não deixe de anotar as datas de congelamento e acompanhar os prazos de validade!

4) Seja realista com os seus luxos

Você precisa mesmo de TV a cabo? De ter uma despensa recheada de gostosuras? Seja qual for o seu luxo, você precisa ser realista e pegar mais leve. Reserve 30% do seu salário para os gastos supérfluos – e tome cuidado para eles não dominarem o seu orçamento.

Leitura complementar

Manual de Como Morar Sozinha

Manual de Como Morar Sozinha

Ver mais

5) Cuidado com o delivery!

Parece a melhor solução do mundo para quem mora sozinha e não tem tempo para nada, mas esta comodidade custa caro. Melhor cozinhar no fim de semana e deixar seus pratos preferidos congelados – assim você tem uma comida gostosa em casa e não precisa pagar taxa de entrega ou o valor de prato de um restaurante…

6) Invista na manutenção

Melhor prevenir do que gastar com a assistência técnica. Cuide bem da sua casa e dos aparelhos eletrodomésticos. Leia os manuais, veja as melhores formas de uso e manutenção. Se a geladeira pifar, baixe o app Desquebre antes de chamar a assistência – você pode conseguir consertá-la sozinha!

7) Não atrase no pagamento de contas

Multas para quê? Melhor ter um calendário organizado para não te deixar esquecer nenhuma multa por atrasos no pagamento.

 

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

carolinaruhman

Carol Sandler

Fundadora e CEO do site, coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015). É também palestrante sobre finanças para mulheres e empreendedorismo feminino e palestrou no TEDxSP

close