A importância de falar uma segunda língua

A importância de falar uma segunda língua

O Finanças Femininas está de parceria nova! A partir de agora, teremos uma coluna mensal uma vez por mês no espaço do Emprendedorismo Rosa e elas no nosso. Confiram a coluna deste mês e aproveitem!

Nos dias de hoje já não é novidade que falar um segundo idioma é essencial no mercado de trabalho. Profissionais que falam outro idioma possuem acesso a cargos de chefia e com melhor remuneração, possuem oportunidades de crescimento profissional, melhor desempenho acadêmico e podemos citar muitos outros fatores.

Ok. Você pode estar pensando: “Mas eu tenho a minha própria empresa e não preciso mais competir com outros profissionais por melhores vagas em empresas.” Porém, você já pensou sobre qual a importância de falar um segundo idioma para o crescimento da sua empresa?

Fonte da imagem: ideasecundaria

É importante para a empresária estar atenta ao que acontece no mundo. Multinacionais têm investido grandes somas e participado de maneira sólida em empresas nacionais. Os países estrangeiros estão destinando cada vez mais o seu capital em empresas brasileiras.

Por mais bem preparadas que as empreendedoras brasileiras tenham se tornado, os investidores estrangeiros reclamam com frequência da dificuldade de comunicação com os brasileiros. Para tentar minimizar este problema, muitos deles têm aprendido português no seu país de origem para não perder a chance de um bom negócio.

As empreendedoras do nosso país precisam entender que assim como precisam fazer cursos focados na organização e desenvolvimento da sua empresa, precisam também investir em aprender idiomas. Muitas delas, com uma visão equivocada do mercado, investem em cursos de idiomas somente para os seus funcionários mais antigos e não para elas mesmas.

O mais recorrente é que o funcionário receba uma proposta para trabalhar em uma multinacional ou empresa de maior porte e deixe para trás a chefa que investiu nele. E aí, empresária, como você fica? Fica na mão!

Muitas pessoas passaram por várias escolas sem completar nenhum curso, estudaram quando eram muito mais novas, ou simplesmente não gostam do inglês ou espanhol. Com o cotidiano corrido, onde achar motivação e tempo para começar a estudar um novo idioma junto com adolescentes que praticamente nasceram falando inglês?

Hoje em dia, o mercado oferece opções para pessoas que não dispõem de muito tempo, paciência ou perfil para frequentar aquelas velhas aulinhas em cursinhos tradicionais. Pesquise atentamente e encontre a opção ideal para você, sem se deixar seduzir por promessas que pareçam irreais.

Ninguém aprende a falar outro idioma de forma fluente em poucos meses. Não há fórmulas milagrosas. Toda empreendedora sabe que sem esforço, não há resultado. Portanto, cara amiga: a próxima vez que pensar em investir em um curso de idiomas para alguém de sua empresa, lembre-se de você!

Débora Carvalho é fundadora da Fluency School. Formada em Línguas Estrangeiras pela Universidade Federal, leciona inglês e português para todas as faixas etárias, para objetivos diversos, trabalha como tradutora e intéprete. Está sempre em busca da fluência no inglês e aperfeiçoamento do ensino da língua através de cursos de especialização dentro e fora do Brasil ao longo de 17 anos atuando na área. Estuda inglês desde os 8 anos, pois queria entender as letras das músicas estrangeiras que sua mãe ouvia. Sempre se interessou por empreendedorismo feminino e a posicionamento da mulher no mundo dos negócios.

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

carolinaruhman

Carol Sandler

Fundadora e CEO do site, coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015). É também palestrante sobre finanças para mulheres e empreendedorismo feminino e palestrou no TEDxSP

close