Casamento: como falar sobre dinheiro?

Casamento: como falar sobre dinheiro?

*Casar é um Barato

Falar sobre dinheiro nunca é fácil. As diferenças de salário, as prioridades de consumo de cada pessoa, tudo isso cria linhas muito tênues entre o que é de fato necessário e o que é supérfluo na discussão sobre os gastos de um casamento. Seja planejando uma festa ou organizando as finanças do dia-a-dia, é preciso muito jogo de cintura e sinceridade entre o casal para que este assunto não vire motivo de briga.

Ao organizar a tão sonhada festa, por exemplo, acaba sendo fácil se distrair do principal objetivo do casamento. São tantas as opções disponíveis no mercado, tantas as ofertas de itens que nem tínhamos planejado, que passamos a acreditar que qualquer coisa é essencial para a festa. Mas não é bem assim. É preciso conversar com o seu parceiro e estipular quais são as prioridades. Talvez, para você, o mais essencial seja um buffet impecável, mas será que o seu parceiro não acha melhor ter uma banda ao vivo e uma comidinha mais simples?

A chave para não se desentender com o seu amor é a clareza. Falar abertamente sobre seus sonhos, suas vontades, seus desejos e criar uma lista de itens essenciais para o seu casamento. Caso vocês já sejam casados e estejam conversando sobre um novo projeto, como uma viagem ou a casa nova, essa conversa também é necessária.

Muitos casais, hoje em dia, planejam a casa nova ao mesmo tempo em que preparam a festa e, muitas vezes, já até moram juntos. Nesses casos, é comum que o papo sobre dinheiro já tenho rolado há tempos. Mas não pensem que esta conversa é algo que acontece uma única vez. Devido às circunstâncias da vida, é preciso estar sempre atenta às mudanças, para estar em equilíbrio com os objetivos a dois.

Mas agora a gente se pergunta: como ter uma conversa construtiva sobre as contas e os gastos, ou seja, sobre dinheiro?

Dica 1: Seja autoconsciente

Não adianta você querer que seu parceiro pare de gastar dinheiro ou que guarde muito dinheiro se você mesma não reviu suas prioridades e gastos. É preciso estar consciente dos gastos supérfluos que atrapalham os planos a longo prazo, é preciso repensar a forma como você está gastando dinheiro e se seu sonho não vale mais do que aquele item que você julgava indispensável. Principalmente se estamos falando sobre uma festa de casamento. Para alcançar este sonho, é preciso fazer concessões, pelo menos por um tempo.

Dica 2: Entender as diferenças salariais

Se você ganha mais que seu parceiro, procure entender que ele não vai conseguir contribuir na mesma medida que você com as economias. Pensem em relação a uma porcentagem, discuta se ele está bem com esse acerto e pense se você também está confortável com esse arranjo. É importante que o casal esteja em equilíbrio, que as diferenças de salário não virem um peso. Essas diferenças irão existir, mas não precisam ser um peso se está tudo conversado e acertado. Seja flexível, mas nunca se esqueça de ser sincera!

dinheiro_casamento

Dica 3: Conheça os sonhos do seu amor

É preciso também que os sonhos de vocês estejam alinhados e bem esclarecidos. Se o casamento é um sonho dos dois, ótimo, vocês estão no caminho certo. Mas é preciso pensar nos planos a longo prazo. Pode ser que o seu amor sonhe em ter um negócio próprio ou até mesmo em se mudar para uma cidade mais tranquila. Conversem abertamente sobre isso e coloquem metas para atingir os sonhos. Não se esqueça nunca de que os sonhos são ajustáveis, então, se o seu amor gosta do interior e você não, é possível encontrar uma cidade que seja o meio termo para os dois.

Dica 4: Pensem nos imprevistos

Uma demissão pode acontecer. Como vocês encarariam esse problema? O salário de um só daria para sustentar toda a casa até a situação se estabilizar? O orçamento de vocês comporta uma festa de casamento ou vocês precisam juntar uma grana durante um tempo e adiar um pouco esse sonho? Essas são perguntas essenciais para evitar futuros problemas e imprevistos. Prevenir é sempre melhor do que remediar, então, fiquem atentos!

Dica 5: Conversem sobre valores

Vocês decidiram por fazer uma festa de casamento ou por comprar uma casa. Mas o quanto estão dispostos a gastar com isso? Será que o que você pensou é o mesmo que o seu amor imaginou? Coloquem os valores no papel, façam algumas contas e se planejem. Lembre-se também de conversar sobre assuntos do dia-a-dia que são essenciais para os dois. Se o seu amor trabalha ou tem um hobby relacionado a desenho, por exemplo, ele vai precisar, constantemente, ter gastos com itens para isso. Se você adora malhar e acredita ser importante ter uma alimentação regrada, com itens específicos que costumam custar caro, deixe claro ao seu amor que isso é importante. Como diz o ditado: combinado nunca sai caro!

E, por fim, entendam que essa conversa é algo que deve estar sempre em pauta. Falar sobre gastos, planos e projetos é algo necessário para a rotina saudável dos casais. Ao ficar tudo acertado e bem claro, a parceria de vocês só tende a aumentar e os laços se estreitarão ainda mais. Buscar alcançar um sonho em comum é algo que traz muitos benefícios para os casais! Com conversas claras e sinceras, a honestidade e a confiança entre vocês irão aumentar e a parceria só trará bons frutos.

*O amor pode não ter preço, mas comemoração da união de duas pessoas pode ser muito cara. A equipe do Casar é um Barato traz dicas e inspirações para que a vida a dois já não comece no vermelho!

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Casar e um barato

Casar é um barato

Casar é um barato

close