Como ajudar o parceiro a cuidar melhor do dinheiro dele

Como ajudar o parceiro a cuidar melhor do dinheiro dele

Você está em um relacionamento e quer começar a fazer planos para construir um futuro junto com quem ama? Essa fase da relação é maravilhosa. Por mais que vocês andem nas nuvens, será essencial tratar de um assunto com muito pé no chão: dinheiro. Em uma parceria, um deve somar na vida do outro, e uma das formas com que você pode contribuir é ajudando o parceiro a cuidar melhor do dinheiro dele.

“O ideal é que cada um tenha sua fonte de renda, mas o rendimento pode ser dividido entre os dois, para que possam compartilhar projetos futuros, como a compra de um carro ou uma casa, uma viagem ou ano sabático para estudos”, afirma João Mantoan, professor de Economia do IBE-FGV e diretor do Economies Consultoria Empresarial.

Você também pode gostar:
Isso não quer dizer que você deva abrir mão de sua individualidade e independência financeira, mas, para projetos em comum, vocês podem dividir os rendimentos se ambos estiverem de acordo.
ajudar-parceiro-cuidar-dinheiro

Continue a ler a matéria na próxima página!

Como lidar com o endividamento

Segundo Mantoan, a mulher também pode ajudar mostrando a importância de o homem ter o controle sobre o próprio orçamento, para que ele não gaste mais do que ganha e não se endivide. “Tem que existir uma parceria para que tenham consciência de que o problema de um acaba sendo do outro também”, diz ele.

Se o seu companheiro já estiver endividado, você pode colaborar ajudando-o a entender como ele chegou nesta situação e incentivando-o a procurar os credores para negociar as dívidas o quanto antes. Ajude-o a definir quais delas devem ser quitadas primeiro e pensem juntos em maneiras de evitar novos endividamentos. Neste momento, por mais que a dívida seja de responsabilidade do outro, o comprometimento do orçamento vai afetar a vida dos dois. Sendo assim, quanto antes ele ficar livre da pendência, melhor para a vida a dois e para os planos que vocês fizerem.

Se o endividamento está fora de controle, é sinal de que os hábitos financeiros precisam mudar. Com diálogo, é importante que você mostre que essa postura é ruim não só para a vida do casal, mas também para os planos individuais do parceiro. O sonho de uma viagem ou de uma pós-graduação, por exemplo, podem ir por água abaixo.

“A mulher pode auxiliar mostrando ao parceiro a importância de ele ter um bom planejamento (financeiro) para ter tranquilidade e um bom futuro”, recomenda Mantoan.

A construção da maturidade financeira do casal precisa ser parte da relação. Mantenham sempre diálogo aberto sobre dinheiro e sejam responsáveis com as finanças. Assim, é maior a chance de vocês terem uma boa qualidade de vida e conquistarem seus sonhos.

Fotos: Shutterstock
Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter!

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

karinaalves

Karina Alves

Jornalista e editora de conteúdo do Finanças Femininas. Já trabalhou em jornais impressos, online, rádio e com produção. Tem fascínio pela junção entre economia e psicologia, procura explorar cada vez mais esse universo e busca usar esse aprendizado para ajudar as pessoas a levarem uma vida financeira mais saudável! Contato pelo karina@financasfemininas.com.br

close