Como conseguir o emprego dos seus sonhos

Como conseguir o emprego dos seus sonhos

Você tem dúvidas sobre trabalho e como crescer na sua carreira? O Finanças Femininas conversou com Gina Gotthilf, que aos 26 anos já foi matéria na Veja e acaba de deixar o Tumblr – a rede social super descolada -, onde trabalhou como representante da rede social na América Latina. Como ela conseguiu esse emprego incrível? Gina se formou em filosofia nos Estados Unidos, trabalhou em agências de mídias sociais em Nova York, começou sua carreira trabalhando em um laboratório de neurociência (!) e estudou de tudo. Com uma carreira dessas – e a especialização em redes sociais -, batemos um longo papo sobre como avançar na carreira e ela nos deu um monte de dicas de como conseguir o emprego dos seus sonhos. Confira os melhores trechos do nosso bate-papo!

Início de carreira e uma apresentação de PowerPoint

Quando me formei na faculdade, consegui um estágio em uma agência de mídias sociais em Nova York. Eu fazia o que eles precisassem, desde organizar as planilhas de Excel – fazer com que todas as linhas tivessem o mesmo tamanho – até postar fotos de clientes no Facebook deles. Eu era a única estagiária já formada e era um pouco ridículo, mas eu sabia que eu tinha um emprego, enquanto muitos dos meus amigos estrangeiros da faculdade tinham que voltar para casa, então eu estava feliz e me esforcei muito para conseguir ser efetivada. Eu precisava de um visto para conseguir ficar nos EUA.

Eu consegui meu emprego fazendo uma apresentação em PowerPoint – era muito feia, porque eu ainda não sabia usar PowerPoint! –  mas que explicava porque eles precisavam me contratar. Listei tudo o que eles precisavam , o que eu fiz na empresa, as minhas qualidades. Então fui contratada. Comecei a gerenciar todas as plataformas de mídias digitais e estratégias de marcas de moda de luxo, como Louis Vuitton, DKNY, Net-a-Porter. Foi aí que eu comecei a trabalhar com mídias sociais oficialmente. Depois trabalhei em outras agências com outras marcas, como American Express, M.A.C, Estée Lauder, Barbie…

A volta ao mundo que não aconteceu e o Tumblr

Resolvi voltar ao Brasil porque decidi que iria fazer uma viagem de volta ao mundo, queria me desconectar um pouco da vida em agência, que é muito difícil. No fundo, estava tendo uma crise do quarto de idade. Comprei uma passagem, todos os apetrechos, a mochila e estava pronta para ir. Foi quando eu recebi um email do Tumblr, perguntando se eu podia apresentá-los a alguma pessoas no Brasil, porque o país era a segunda maior comunidade na plataforma.

Eu disse que sim e comecei a ajudá-los, mas eles começaram a fazer mil pedidos, então tive que explicar que eu iria viajar em uma semana. Eles falaram que queriam então me contratar oficialmente por uma semana – eu aceitei e trabalhei muito naquela semana, apresentei eles para meio mundo. Apresentei a eles inclusive para gente que poderia trabalhar para eles aqui no Brasil, mas no fim, eles pediram para que eu ficasse. Eu disse que não queria, pois estava com a viagem fechada, mas eles me pediram para escrever o que eu gostaria de fazer com aquele trabalho, que eu poderia fazer. Então tive que cancelar a minha viagem – não dava para falar não para aquilo e era o Tumblr!

Os essenciais para conseguir o emprego dos seus sonhos

Relacionamento é muito importante. É muito importante participar de eventos, descobrir quem são as pessoas que te inspiram, que estão fazendo coisas interessantes e conhecê-las, porque essas pessoas sempre têm coisas interessantes a dizer, mesmo que não seja nada relacionado com aquilo que você acha que ela tem que dizer. Você não sabe para quem elas vão te apresentar, se você vai ter sintonia…

Eu consegui o meu primeiro estágio pelo LinkedIn. Eu mandei 100 emails e CVs e não recebi resposta nenhuma, então comecei a fazer parte de um grupo de formados do LinkedIn da minha faculdade e mandei mensagens para todas eles. Eu não conhecia nenhum deles, mas aquelas pessoas tinham um vínculo em comum comigo, que era a faculdade. Procurei saber dos interesses delas, para poder criar vínculos com elas. Aqui no Brasil, as pessoas podem fazer isso de formas não tão artificiais, pois lá eu não conhecia ninguém. Aqui você conhece os seus pais, e eles conhecem outras pessoas, ou você tem amigos que te apresentam a outros amigos… Eu acho muito importante você focar em relacionamentos, mesmo que você ainda não saiba o porquê.

Além disso, é essencial ter persistência, apesar de pouca gente levar isso a sério. Persistir quer dizer ir atrás daquilo que é além do óbvio. Não é só estudar sobre aquilo que você está trabalhando e as pessoas estão falando, mas ir além: descobrir o que está sendo feito lá fora, o que os melhores profissionais estão fazendo, sempre se manter atualizada na sua área. Isso é persistência, e não aquele papo de não desistir, ir até o fim.

A importância das redes sociais

Parece  óbvio, mas é muito importante saber se portar em redes sociais e saber o que você pode ou não falar. Eu não gosto muito de Twitter, acho que ele consome muito tempo, não acho que é para todo mundo. Já o LinkedIn é muito importante ver. Se você está concorrendo a um trabalho, quem está contratando vai olhar o seu perfil só para ver o que está lá. Você tem total controle de colocar todo o seu currículo lá, então por que não fazer isso?

Eu recomendaria participar ativamente das redes. Se você pode escrever posts de blogs que você gosta e lê é bacana, mesmo que sejam blogs de amigos. Se forem blogs que têm relevância, é mais legal ainda, pois o seu nome aparece relacionado a um conteúdo seu, o que é muito positivo.

Acho importante de vez em quando olhar o seu nome no Google, mesmo que isso pareça super egocêntrico. Você precisa saber o que as pessoas acham quando procuram o seu nome. Se você tem algo queima-filme, você precisa saber que está lá, pois se não, outra pessoa vai encontrar aquilo.

No geral, é importante falar a sua opinião, conversar com pessoas que têm alguma influência e ser pró-ativa, para você ver como isso repercute na internet como um todo. As redes sociais não são mais Facebook, Twitter e LinkedIn, hoje em dia todos os sites têm um aspecto social.

Gostaram das dicas? Vocês têm alguma história bacana de carreira para nos contar? Traga para os comentários!

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

carolinaruhman

Carol Sandler

Fundadora e CEO do site, coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015). É também palestrante sobre finanças para mulheres e empreendedorismo feminino e palestrou no TEDxSP

close