Como evitar excesso de trabalho em casa?

Como evitar excesso de trabalho em casa?

Você já viveu a situação de ficar extremamente sobrecarregada de trabalho, durante e depois do horário de expediente? Se a resposta for sim, já analisou os motivos que levaram a esse excesso? Na maioria das vezes só pensamos em dar o melhor nós mesmas e garantir um bom desempenho na empresa.

Proatividade e competência são qualidades que se destacam rapidamente dentro de uma equipe. Sendo assim, destacar-se por estes atributos é excelente para sua carreira. O problema começa a acontecer quando seus superiores perdem a medida de até que ponto contar com a sua colaboração.

Apesar de normalmente existir uma definição contratual a respeito da jornada de trabalho, nós bem sabemos que não raro você acaba voltando para casa com trabalho pendente, com alguns pedidos extras, etc. Mas você sabe como controlar essa situação para não viver sufocada?

A hora de impor limites

Olha, com exceção de algumas situações, à medida que sua chefia que você é capaz de absorver cada vez mais tarefas, mais irá exigir de você. Até certo ponto, ser capaz de adquirir novas habilidades e mostrar um desempenho exemplar no trabalho é uma excelente maneira de se posicionar bem na companhia.

Mas a partir do momento em que você passa a acumular tarefas com muita frequência e sua vida pessoal fica constantemente abalada pela invasão da sua dedicação profissional, esse desequilíbrio pode lhe fazer mal a médio e longo prazo. Entre as consequências estão a perda de motivação, bem como a queda da produtividade. Afinal, de que forma você vem sendo recompensada por esse esforço contínuo?

excesso_de_trabalho

Ainda que o reconhecimento pelo seu empenho esteja sendo repassado em forma de ascensão e melhoria salarial, você tem conseguido equilibrar sua vida com o acúmulo de trabalho ou está vivendo em função da profissão? Se ao refletir sobre essas questões você percebeu que está passando dos limites, é hora de parar de agir assim.

Como reorganizar a jornada de trabalho?

Se a sua ajuda fora do horário do expediente é esporádica e sempre solicitada em situações muito importantes e emergenciais, não há problema em manter a postura de colaboração. Mas os quando os pedidos são frequentes e você tem a impressão de que a chefia enxerga que você não está fazendo mais que a obrigação, é preciso que você mesma mostre a eles que essa lógica está invertida e que isso está lhe prejudicando.

Não é preciso comprar uma briga, muito pelo contrário, o ideal é que você se prepare para levantar este assunto da forma mais educada possível, mas que deixe claro o seu ponto na argumentação. É preciso que seus chefes percebam que o excesso está interferindo negativamente não só em sua vida pessoal, mas o seu trabalho, tendo em vista que o acúmulo de tarefas consequentemente prejudica a qualidade da produção.

É bem possível que inicialmente eles torçam a cara ou que não expressem nada diante do seu descontentamento com a situação, mas com certeza irão pensar a respeito do assunto. Por mais que não seja uma situação confortável, é preciso que você estabeleça limites e faça o possível para equilibrar sua vida profissional e pessoal.

 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

karinaalves

Karina Alves

Jornalista e editora de conteúdo do Finanças Femininas. Já trabalhou em jornais impressos, online, rádio e com produção. Tem fascínio pela junção entre economia e psicologia, procura explorar cada vez mais esse universo e busca usar esse aprendizado para ajudar as pessoas a levarem uma vida financeira mais saudável! Contato pelo karina@financasfemininas.com.br

close