Como investir no mercado imobiliário sem ter um imóvel?

Como investir no mercado imobiliário sem ter um imóvel?

No mundo dos investimentos, há quem opte por aplicar o dinheiro no mercado imobiliário pela segurança do segmento. Sabemos, no entanto, que o investimento direto em um imóvel implica em determinados custos que nem sempre dão o retorno desejável à investidora, entre eles podemos colocar todas as taxas e burocracias na hora de registrar o imóvel, fazer escritura, comissão imobiliária, etc. Sem contar nos despendidos com a manutenção do local.

O que muita gente não sabe, no entanto, é que é possível investir no ramo imobiliário de uma outra maneira: através dos fundos imobiliários. Para quem não conhece, os fundos são formados por grupos de investidores que aplicam o dinheiro em cotas referentes a empreendimentos imobiliários (shoppings, edifícios comerciais, hospitais, etc), sendo que o rendimento vem de aluguel, arrendamento, alienação e também de títulos imobiliários que podem compor o fundo.

E você deve estar imaginando: mas como definir a forma de investir o dinheiro de todos os investidores do grupo? Afinal, são pessoas diferentes, cada uma com seu perfil e linha de atuação, sendo que uns podem ter familiaridade com o assunto, enquanto outros podem ser leigos. Não se preocupe quanto a isso, o fundo é administrado por uma instituição financeira e fica sob inspeção da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Vantagens

Uma das vantagens do fundo imobiliário é que você pode ingressar no mercado  mesmo sem dinheiro para comprar um imóvel sozinha. Ou seja, você pode aplicar com valores bem mais baixos do que precisaria para comprar um imóvel. O mínimo para fazer parte de um fundo imobiliário é ter pelo menos uma cota. Você pode encontrar cotas baíxissimas, por valores menores que R$ 100 e outras que passam de R$ 4 mil.

Este é outro detalhe que a interessada neste tipo de investimento precisa saber. Para ter uma cota, é preciso compra-la de outro investidor ou por negociação na Bolsa de Valores, como acontece no mercado de ações, através do Home Broker. Sendo assim, os valores das cotas podem subir ou desvalorizar, tal como acontecem com os papeis de empresas. Nos rendimentos, a investidora também tem isenção de Imposto de Renda se for Pessoa Física, desde que não tenha mais de 10% das cotas do fundo e que este seja composto por no máximo 50 pessoas.

fundos_imobiliarios

Custos

Na hora de optar por este investimento, é preciso colocar na ponta do lápis se o valor investido compensa, porque existem alguns custos a serem considerados. O primeiro deles é o de corretagem, cobrada pela instituição financeira que irá administrar o fundo.

Ela cobrará um valor para realizar os serviços de comprar, vender e manter as cotas de todos. Este valor é variável e cabe à investidora pesquisar os preços praticados pelas corretoras. A Bovespa também cobra o que é chamado de emolumentos a cada negociação, em outras palavras, é uma taxa de gratificação pelas negociações que são feitas. Além disso, existem as taxas de custódia e manutenção mensais, que também variam de acordo com cada corretora.

Quem ainda não conhecia, pode dedicar um tempo para conhecer um pouco mais sobre essa modalidade de investimento. Esperamos ter ajudado com essa introdução ao assunto!

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

karinaalves

Karina Alves

Jornalista e editora de conteúdo do Finanças Femininas. Já trabalhou em jornais impressos, online, rádio e com produção. Tem fascínio pela junção entre economia e psicologia, procura explorar cada vez mais esse universo e busca usar esse aprendizado para ajudar as pessoas a levarem uma vida financeira mais saudável! Contato pelo karina@financasfemininas.com.br

close