Consumo colaborativo: renove seu armário sem gastar

Consumo colaborativo: renove seu armário sem gastar

Já pensou em como seria bom renovar o armário sem precisar gastar? Conseguir belos sapatos e blusas charmosas sem ter que desembolsar nada? Saiba que isso é possível através do consumo colaborativo, que permite a troca ou empréstimo de produtos e serviços.

Com essa prática, aquela roupa que você até esqueceu que tinha de tanto tempo que não a usava pode ser trocada por uma igualmente ignorada por outra pessoa.

Você também pode gostar:
Vídeo: Pratique o desapego com suas roupas velhas!
Por que gastar tanto com roupas que nunca usamos?
Roupas usadas podem virar moeda de troca

Como encontrar essas peças para renovar o armário? Uma opção é organizar um bazar de troca entre amigas. “Separe tudo aquilo que não usa mais, tanto roupas novas como velhas. O que interessa é fazer aquela limpeza e ter a sensação de renovação de energia. O que vale é o desapego falar mais alto”, sugerem Giovanna Nader e Raquel Vitti Lino, idealizadoras do Projeto Gaveta, que é uma rede de troca de roupas.

renove-seu-armario

A iniciativa foi lançada em setembro de 2013 e já foram realizadas quatro edições. A próxima está prevista para novembro deste ano. O projeto funciona da seguinte maneira: interessadas em participar do encontro de troca separam as roupas que não querem mais e enviam um e-mail para projetogaveta@gmail.com para receberem instruções referentes à entrega das peças. Após a seleção das roupas que poderão ser trocadas, elas recebem mais um e-mail – dessa vez informando quais peças enviadas foram selecionadas para a reunião, e especificando o quanto de “moedas Gaveta” terão direito a usar no evento para trocar por roupas e acessórios. As moedas são uma espécie de ficha com valores fictícios.

Como ainda faltam alguns meses até a próxima edição do Projeto Gaveta, se você quer dar aquela renovada no armário, pode aproveitar a ideia de fazer um bazar de troca entre amigas.

“Reúna amigas de diferentes estilos, principalmente as mais autênticas e que se produzem sem medo de errar. Isso garante uma diversidade de peças”, sugerem Giovanna e Raquel. Para aumentar a expectativa em torno do encontro, as participantes podem criar um grupo de WhatsApp para postar fotos de algumas das roupas e acessórios que estarão disponíveis na reunião. Aproveitem para ter um dia agradável, com música, comes e bebes. Reciclando e evitando o desperdício, todas sairão ganhando.

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter!

 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

karinaalves

Karina Alves

Jornalista e editora de conteúdo do Finanças Femininas. Já trabalhou em jornais impressos, online, rádio e com produção. Tem fascínio pela junção entre economia e psicologia, procura explorar cada vez mais esse universo e busca usar esse aprendizado para ajudar as pessoas a levarem uma vida financeira mais saudável! Contato pelo karina@financasfemininas.com.br

close