Cuidado com as tentações e use bem o seu 13º salário

Cuidado com as tentações e use bem o seu 13º salário

*Luiz Correia Martins Pereira

Nem acabamos de colocar em prática os projetos do início do ano e 2014 já está terminando.

Nos “shoppings” e pela cidade, muitas das decorações de Natal estão prontas e quando as luzinhas coloridas acendem, nos lembram dos presentes que desejamos dar para os nossos familiares, amigos queridos e colaboradores. É também chegado o grande momento, mais um, para realizarmos aquele sonho de consumo, muito embora, alguns deles não durem mais de um mês depois de comprados e vão parar em algum canto do armário.

Já tem muita gente de olho no 13º salário para sair correndo às compras.

Claro que todos nós temos sonhos de consumo e gostaríamos de presentear as pessoas que nos são queridas com presentes incríveis, mas onde ficam os nossos planos do começo do ano de organizar as contas, quitar todas as dívidas e constituir uma reserva financeira que nos dê tranquilidade no futuro?

Pois é, sei que é muito chato falar sobre isso, ainda mais nesta época do ano. É muito mais agradável, imaginarmos a felicidade dos nossos filhos e amigos quando estão recebendo os presentes. O próprio ato de comprar é extremamente prazeroso. Por ele, enfrentamos filas nas lojas, trânsito, calor, vale qualquer sacrifício.  Agora, pense na hora de pagar as contas, nas parcelas intermináveis no cartão e na renda que foi comprometida, em alguns casos, a ponto de causar sérios desequilíbrios financeiros.

gastos_presentes_natal

Por isso, uma sugestão cada vez mais usada, é a do amigo secreto. Além de divertido, permite a você dar um presente melhor, gastando muito menos. Como disse, as prestações sem fim, mesmo quando financiadas pela loja “sem juros”, comprometem o orçamento. E lembre-se, não existe mágica! Quando você parcela, os juros já estão embutidos.

Não, não estou querendo estragar o Natal de ninguém, muito pelo contrário, estou aqui tentando garantir os próximos Natais por muitos anos, mesmo porque, parece que sempre damos um jeitinho de esquecer as contas recorrentes como IPVA, IPTU, matrícula na escola, entre outras, que nos aguardam no começo de todos os anos. Posso apostar que, na hora das compras, onde a emoção fala mais alto, você não leva em consideração nas contas mentais, a conta do telefone, da água, todas as despesas de alimentação, etc., etc., etc. Logo, muito cuidado com as parcelas!

Antes de sair gastando o 13º e um pouco mais, é fundamental fazer um orçamento.

Veja qual a renda disponível. Conhecendo esse valor você saberá quanto será utilizado para fazer frente às despesas de início de ano e quanto você poderá gastar em presentes.

Faça uma lista com os presentes dentro da sua realidade e use de objetividade quando for às compras. Lembre-se que a maioria das pessoas, leva muito mais em consideração o fato de terem sido lembradas, do que o valor do presente. Se depois de fazer as contas, você notar que o orçamento está extremamente apertado, seja honesta consigo mesma e com as pessoas. Diga que você resolveu equilibrar a sua vida financeira. Tenho certeza que as pessoas irão, não só compreender, como também admirar a sua postura. Este é um momento de reflexão, de amor e aproximação das pessoas. O efeito de um abraço ou uma palavra carinhosa, é muito mais transformador e irá perdurar muito mais do que um presente.

Ótimas festas a todos e um excelente 2015.

 

Luiz Correia Martins Pereira, CFP® é planejador financeiro pessoal e possui a certificação CFP® (Certified Financial Planner), concedida pelo Instituto Brasileiro de Certificação de Profissionais Financeiros (IBCPF). Email: luizcmp@uol.com.br

As respostas refletem as opiniões do autor, e não do Finanças Femininas ou do IBCPF. O site e o IBCPF não se responsabilizam pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso destas informações.

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

IBCPF

IBCPF

Planejamento Financeiro

close