Educação: como melhorar a sintonia entre família e escola

Educação: como melhorar a sintonia entre família e escola

*Priscila Lambach

Todos sabemos da importância do envolvimento entre família e escola. É inegável que pais, mães, avós, cuidadores em geral, têm um papel extremamente relevante na formação dos pequenos. Aliás, todos aqueles com os quais convivemos, representam algo e permeiam nossa evolução. Alguns são sujeitos marcantes de nossa história, nos afetam intensamente de maneira positiva ou negativa. Outros, vêm e vão. Outros, só dão aquele tempero. Em graus diferentes, estamos constantemente recebendo influências.

Tempos atrás diziam muito que os pais educavam os valores, e à escola cabia focar na parte formal. Os pais, então, seriam responsáveis por questões como respeito, regras de etiqueta, prática da solidariedade, enquanto a escola ficaria com os saberes historicamente construídos.

Porém, hoje sabemos que as coisas não costumam ser tão separadas assim. Ambos podem participar de forma conjunta da educação da criança, e os valores também podem ser ensinados na escola, assim como, os saberes formais, também podem ser transmitidos pela família.

Quando as famílias vão além do envolvimento, e de fato assumem o engajamento na educação dos filhos, o fator extra que entra em jogo passa a ser o COMPROMETIMENTO. É uma postura diferente em relação à parceria com a escola. A família comprometida, que participa das atividades com vontade, consolida grupos de pais, auxilia as crianças nas questões escolares que levam para casa, revisa a lição de casa e muito mais, passa a ter um papel mais ativo. A ideia é que a família também ensine aos filhos o valor da escola. A importância que esse lugar tem.

familia-e-escola

Proatividade da família e da escola

A escola não pode ficar simplesmente esperando que os pais venham e participem. Precisa criar os momentos, fazer os convites, ser um local que desperte o interesse, e que seja confortável o suficiente para que os pais queiram continuar indo e se engajando cada vez mais. Muito pais solicitam ajuda para guiar suas práticas, e a escola pode ser um espaço que tenha condições e oportunidades para isso.

Muitas vezes, tanto os pais quanto a escola estão em situações em que não sabem como agir. Fazer um encontro, colocar o tema em questão e juntos resolverem esse desafio, é uma forma de solucionar essas questões. Ambos precisam sentir que estão ganhando. Além de trabalhar com a relação escola-família, há o enorme ganho de proporcionar um ambiente em que os próprios pais desenvolvam grandes relacionamentos com outros pais. A ideia é que seja uma verdadeira comunidade.

Os pais precisam acreditar na capacidade que têm, e ter clareza de que mais do que dar suporte, eles podem encorajar, ajudar, colaborar e serem grandes modelos para os filhos.

Precisamos construir positividade e proatividade no âmbito educacional. Juntos, família e escola são capazes de construir uma comunidade de aprendizagem que considera habilidades, conhecimentos, sem se esquecerem do social e do afetivo. Para isso, precisamos confiar nos ambientes e nos envolvidos. Ambos precisam ter clareza do que se espera deles. Quando família e escola agem juntos, o olhar passa a ser coletivo. Percebemos como grupo são mais poderosos do que sozinhos. Quando começarmos a falar em NOSSAS crianças, ao invés da MINHA, ou da SUA, vamos de fato ter uma abordagem transformadora. Porque nenhum de nós é sozinho.

*Priscila Lambach é administradora de empresas e pedagoga. Fala sobre desenvolvimento humano e formação pessoal feitos com poucos recursos, de forma criativa e eficiente – desfazendo a ideia de que para educar bem é preciso investir muito dinheiro.
Émail: contato@priscilalambach.com

Fotos: Shutterstock

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

Priscila Lambach

Priscila Lambach

Nova perspectiva

close