Estudo traz a chave para quem quer ter mais autocontrole

Estudo traz a chave para quem quer ter mais autocontrole

Quem nunca sofreu para acordar na segunda-feira cedo para ir malhar, ou para dizer não para a sobremesa? Nessas horas, o que está em jogo é a sua capacidade de exercer autocontrole. Da mesma forma, fugir das promoções para conseguir poupar um pouco de dinheiro todo mês e investi-lo bem também envolve o danado do autocontrole. No entanto, ainda que todas nós já saibamos disso, não quer dizer que colocá-lo em prática seja algo fácil.

Mas não tem jeito: por mais que você saiba que comer chocolate todo dia vai, inevitavelmente, trazer alguns quilos extras, ainda assim é duro de dizer não e optar por uma fruta. Não é falta de conhecimento – é pura dificuldade de resistir às tentações.

Um estudo recente publicado no Journal of Behavioral Decision Making revelou uma dimensão interessante sobre a questão do autocontrole. Segundo o autor, Leonhard K. Lades, pessoas que possuem um alto nível de autocontrole vivem menos experiências onde este controle falha – isso é óbvio. Contudo, elas não são melhores em resistir às tentações. A diferença aqui é que elas simplesmente enfrentam menos tentações – e, por consequência, sentem menos desejos e impulsos.

Ou seja: o xis da questão não é controlar as tentações – isto é extremamente difícil, seja você uma pessoa disciplinada ou não. O pulo do gato está em procurar de forma ativa a evitar as tentações.

Autocontrole não é tanto a “capacidade de regular pensamentos, sentimentos e comportamento a serviço de um objetivo de longo prazo”, como coloca o pesquisador. Para Lades, é a “capacidade de estruturar a sua vida de forma proativa para enfrentar menos desejos problemáticos”. Em poucas palavras, para ter mais autocontrole, o segredo é evitar as tentações, e não partir em uma luta inglória para tentar vencê-las.

Como colocar isso em prática? Na próxima vez que for a um restaurante, já peça uma fruta de sobremesa no momento em que for pedir o seu prato. Pode soar estranho para o garçom, mas assim você garante que evita a tentação enquanto ela ainda está distante. Da mesma forma, se você está de dieta, não encha a dispensa e a geladeira com porcarias. Na hora que bater a vontade de tomar um sorvete, por exemplo, esta opção simplesmente não estará disponível.

economia-cartão

Com o seu dinheiro funciona da mesma forma. Evitar sair de casa com o cartão de crédito pode ser a resposta para quem sempre quer se dar um presente ou fazer uma “comprinha” para alegrar o dia. Programar uma aplicação automática no banco garante que você se força a poupar todo mês e tem menos dinheiro à disposição para gastar de forma não planejada.

Não é você que tem uma dificuldade de resistir a impulsos – todos nós enfrentamos o mesmo problema. O que esta pesquisa recente mostra é que se você não pode vencer os desejos, adiante-se e se organize para não ter que enfrentá-los. Assim, o autocontrole vem muito mais fácil.

Fotos: Fotolia

Gostou do nosso conteúdo? Clique aqui e assine a nossa newsletter! 

Desabafa!

Se você tem alguma dúvida sobre sua vida financeira ou uma boa história sobre dinheiro para contar pra gente, mande através do formulário abaixo.

O conteúdo da sua mensagem poderá ser utilizada em nossas matérias. Caso você prefira não ter o seu nome identificado, é só selecionar a opção "Mensagem Anônima".

personNome

personSobrenome

Mensagem anônimainfoSim

local_post_officeEmail:

commentMensagem: (obrigatório)

Este conteúdo foi útil para você?

carolinaruhman

Carol Sandler

Fundadora e CEO do site, coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva, 2015). É também palestrante sobre finanças para mulheres e empreendedorismo feminino e palestrou no TEDxSP

close